CONFISSÕES

Pedro Bial revela drama com vício do pai e porre de uísque com famoso aos 11 anos

MARIANA VIANNA/CANAL BRASIL

O jornalista Pedro Bial em entrevista ao talk show Amigos, Sons e Palavras, do Canal Brasil

Pedro Bial em entrevista ao talk show Amigos, Sons e Palavras, comandado pelo músico Gilberto Gil

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 10/09/2019, às 05h28

Acostumado a ser entrevistador, Pedro Bial mudou de posição no talk show de Gilberto Gil no Canal Brasil. O jornalista revelou que seu pai, Pedro Hans Israel Bial, era viciado em apostas em corridas de cavalo e também disse que seu primeiro porre foi aos 11 anos, na casa de Vinicius de Moraes (1913-1980), quando, juntamente com seu melhor amigo, Cazuza (1958-1990), entrevistou o poeta para um trabalho da escola.

"Meu pai se virava pra manter a família, mas ele tinha um problema de vício nos cavalinhos, no jóquei, e perdia o dinheiro todo da família nisso", confessou Bial, em entrevista que será exibida na próxima segunda (16) no programa Amigos, Sons e Palavras.

A cura do pai aconteceu depois de uma conversa de duas horas com um famoso jóquei da década de 1960: Manoel Bezerra da Silva, o Bequinho. "As duas coisas boas de ele [pai] largar o vício é que a energia obsessiva e compulsiva dele se dirigiu para o Fluminense. Ele virou torcedor do Fluminense e assim toda a família. Fui abençoado com essa graça de ser Fluminense."

"A outra coisa boa é que, com o dinheiro que ele não gastava no vício, conseguiu me botar em uma boa escola, em um bom colégio. Fui estudar no Colégio Santo Inácio e passei a ler muito", explicou o jornalista, que perdeu o pai aos 14 anos, em 1972.

Porre com Vinicius de Moraes

Foi no Colégio Santo Inácio que Pedro Bial conseguiu a sua primeira entrevista na carreira. Aos 11 anos, ele tinha um trabalho em dupla para fazer com Cazuza, de quem era amigo desde os quatro. Os dois moravam na mesma rua e estudavam na mesma escola.

"Tinha um dever do Santo Inácio que era para entrevistar alguém importante. Não existia o termo celebridade na época, nem se falava famoso. Era alguém importante. O João Araújo [pai do Cazuza] conseguiu que o Vinicius de Moraes nos recebesse. A gente chegou às 10 da manhã e ele já estava bebendo seu uísque na banheira. Nós ficamos até 10 da noite com o Vinicius", conta Bial, aos risos.

"Vinicius deu uísque pra gente, a gente tinha 11 anos e voltamos bêbados pra casa. Melhor começo impossível. Depois, quando adulto, a gente ficou sabendo que ele não tinha muita paciência pra criança, mas a gente conhecia a obra dele e falava de poemas. Quando ele olhou dois meninos de 11 anos que conheciam alguns poemas, aí foi um barato", relembrou.

Pedro Bial é o segundo entrevistado da nova temporada de Amigos, Sons e Palavras no Canal Brasil. A primeira foi Xuxa. O programa vai ao ar no próximo dia 16, mas já está disponível na íntegra no Canal Brasil Play e no Now, plataforma para assinantes da Claro/Net

Nas próximas semanas, Gilberto Gil ainda recebe personalidades como Lilia Cabral, Patricia Pillar, Arnaldo Antunes, Fernando Haddad, José Celso Martinez Correa e seus filhos Preta e Bem Gil. O talk show é exibido na TV às segundas, às 22h30.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook