Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SEM DIVÓRCIO

Mayra Cardi entra com processo de anulação de casamento com Arthur Aguiar

Reprodução/Instagram

Mayra Cardi de cabelo solto, com luzes, fazendo bico para a selfie

Mayra Cardi revelou que já estava casada quando oficializou segunda união; ela poderá responder por dois crimes

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 13/10/2020 - 9h09
Atualizado em 13/10/2020 - 14h32

Mayra Cardi entrou com um pedido de anulação do casamento com Arthur Aguiar. A princípio, a coach comportamental descartou a possibilidade de divórcio pelo fato de ter oficializado a relação com o ator quando ainda estava casada com Egil Greto Guarize. Por conta disso, ela registrou na Justiça de São Paulo um requerimento de regularização do seu estado civil.

Entretanto, a escolha de Mayra poderá custar caro a ela. Isso porque a ex-BBB pode ser indiciada pelos crimes de bigamia --por ter dois casamentos ao mesmo tempo--, e falsidade ideológica --por ter afirmado estar solteira quando se casou com o músico, em 2017. O primeiro caso, de acordo com o Art. 235 do Código Penal - Decreto Lei 2848/40, configura reclusão de dois a seis anos.

De acordo com a colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, no processo, de nº 1069823-40.2020.826.0100, de 10 de setembro de 2020, Mayra solicita que o seu casamento com Greto Guarize (realizado na Flórida, EUA) seja validado no Brasil, para que possa, em sequência, anular o casamento com Arthur.

"Requer-se a este MM. Juízo que seja validado o casamento no Estado da Flórida, Estados Unidos da América entre a Sra. Maíra Cardi com o Sr. Egil Greto Guarize, para que, ato contínuo e na forma prevista em Lei, possa a Autora [Mayra] pugnar pela anulação do casamento celebrado entre a Sra. Maíra Cardi com o Sr. Arthur Aguiar".

Segundo consta no processo, Mayra solicita a transcrição do casamento com Greto para sua certidão de casamento brasileira. "Se transcrita a certidão de casamento de Maíra, esta teria dois casamentos válidos no Brasil."

Outro fator que pode ter contribuído para a decisão da empresária, que foi traída por Aguiar, é que ela não precisará dividir seus bens com ele se a separação oficial ocorrer por anulação, e não, divórcio. Os dois se casaram sob o regime de comunhão parcial de bens, por isso todo o patrimônio adquirido após o casamento civil é dividido entre os dois, em igual proporção.

Procurada pelo Notícias da TV, a assessoria de imprensa de Mayra disse que ela desconhece o processo. "Por isso, ainda não vamos falar sobre o assunto", afirmou.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?