Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CAMPEÕES VETERANOS

Max, Dhomini e Rodrigo perderam tudo após ganharem o Big Brother Brasil?

REPRODUÇÃO/SANTANDER

Montagem de fotos com os ex-BBBs Max Porto, Dhomini Ferreira e Rodrigo Cowboy em comercial do Santander

Os ex-BBBs Max Porto, Dhomini Ferreira e Rodrigo Cowboy em comercial sobre endividamento

VINÍCIUS ANDRADE

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 20/1/2022 - 6h35

Campeões do Big Brother Brasil em uma era na qual ainda não existia a profissão de influenciador digital, Max Porto, Dhomini Ferreira e Rodrigo Cowboy foram contratados por um banco para falar que perderam todo o prêmio que haviam conquistado no reality show da Globo. Os comerciais começaram a ser veiculados nesta semana, por causa da estreia do BBB22. Mas os três veteranos do programa realmente faliram?

Em entrevistas concedidas nos últimos anos, eles confessaram que gastaram todo o valor que ganharam por diferentes motivos. Rodrigo faturou R$ 500 mil pelo título do BBB2, mesma cifra embolsada por Dhomini no ano seguinte. Já Max ficou R$ 1 milhão mais rico no BBB9.

Na peça publicitária, Cowboy diz: "Uma casa mudou a minha vida, mas hoje nem casa eu tenho. Ganhei dinheiro, mas perdi tudo tentando fazer negócio". No ano passado, em conversa com o Notícias da TV, ele confirmou que havia perdido tudo.

Atualmente com 51 anos, Rodrigo mora de aluguel, trabalha como corretor de imóveis e treinador de cavalos em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Ele deve se casar pela terceira vez em breve, pois está noivo da também corretora Fabiana Pastori.

"Eu recebi o dinheiro 30 dias após o programa, tirei tudo do banco. Peguei esse dinheiro e comprei mil bezerros, na época custava R$ 350 [cada]. E paguei dois anos de aluguel de uma fazenda. Aí foi onde gastei tudo", explicou ele ao Domingo Show, da Record, em 2019.

O treinador de cavalos também investiu em apartamentos para a mãe e para as duas filhas de casamentos anteriores. Segundo Rodrigo, os imóveis das filhas precisaram ser vendidos. O segundo campeão do Big Brother Brasil conta com apenas 10,7 mil seguidores no Instagram.

Dhomini perdeu tudo?

"Quem é que tem coragem de falar que faliu? Eu tenho. Ganhei R$ 500 mil num reality show há 19 anos e perdi tudo em alguns empreendimentos que deram errado. Quer realidade mais brasileira do que essa?", questiona Dhomini na peça publicitária do banco.

O campeão do BBB3 fez investimentos em terrenos, imóveis, tentou carreira musical e comprou até mesmo um posto de gasolina. Mas os negócios não prosperam e ele amargou prejuízos. Em uma edição de 2020 do Altas Horas, ele falou sobre os gastos que teve:

Eu era um menino que morava na periferia de Goiânia, nunca tinha visto um dinheiro desse. Fiz investimentos. Errei algumas vezes, acertei outras. Tenho uma casa confortável hoje, mas eu não vivo mais do prêmio, ele circulou. Descobri que homem não vive de prêmio, vive de renda. Tem que ter um rendimento mensal para ter vida próspera. Fica a dica pra quem vem aí.

Conhecido por ter namorado Sabrina Sato durante o BBB3, Dhomini é casado com Adriana Manata há 15 anos. Os dois têm uma loja de joias, dão palestras motivacionais e produzem conteúdos para as redes sociais. O perfil do casal tem mais de 260 mil seguidores no Instagram.

Max, o último campeão de R$ 1 milhão

O artista plástico Max Porto diz que encarou o prêmio de R$ 1 milhão como um "vale-sonho" e torrou todo o dinheiro com coisas que gostaria de ter e viver, além de ter ajudado a família. Em 2020, durante um evento com operadoras financeiras, admitiu que se "endividou bem".

"Eu fiz o que quis e o que foi possível. Resolvi muitos problemas e apareceram outros, não há glória sem sacrifício, o tributo tem que ser pago, e a roleta continua girando. Eu posso dizer que melhor que ganhar o primeiro milhão é gastá-lo, mas prefiro dizer que melhor mesmo é viver cada centavo realizando. Aquele menino suburbano enfim podia, e eu fui lá e fiz. Realizei todos os meus sonhos da melhor forma", filosofou.

Atualmente com 43 anos, ele diz o seguinte no comercial do banco: "Muita gente sabe como eu ganhei R$ 1 milhão, mas nem todo mundo sabe como eu deixei de ter R$ 1 milhão. Torrei boa parte dessa grana achando que estava fazendo certo".

A campanha faz parte de uma ação publicitária para incentivar os brasileiros a renegociarem suas dívidas. O BBB9 foi o último que pagou o prêmio de R$ 1 milhão. A partir de 2010, o valor saltou para R$ 1,5 milhão e não mudou mais. Recentemente, Max confessou que esses R$ 500 mil fariam uma diferença danada. No Instagram, ele conta com 103 mil seguidores.

Fora os três ex-BBBs contratados para falar que perderam tudo, uma outra campeã também já revelou que usou mal os R$ 500 mil do título do BBB4. A ex-babá Cida Santos explicou que a grana foi perdida após ela emprestar dinheiro para parentes e amigos que não a pagaram, além de ter levado um golpe ao se colocar como fiadora de uma colega.

"Conheci uma pessoa, que se dizia assessora, e ela pediu pra eu ser fiadora de uma casa dela no Rio. Essa pessoa não pagou o aluguel em que estava. Me colocaram na Justiça, negociei com a dona da casa. Gastei um dinheirão na reforma da casa da mulher. E o acordo dela foi tirar meu nome do processo. Gastei o dinheiro todo que tinha, e ela não tirou. Fiz a reforma e ela agiu de má-fé", lamentou ela ao Domingo Show em 2019.


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.