BRIGA JUDICIAL

Marlene Mattos vai abrir cinco processos contra Xuxa após acusação de roubo

ADRIANA SPACA/NOTÍCIAS DA TV

Marlene Mattos trabalhou com Xuxa por 18 anos e hoje trabalha na campanha de um candidato ao Governo de SP - ADRIANA SPACA/NOTÍCIAS DA TV

Marlene Mattos trabalhou com Xuxa por 18 anos e hoje trabalha na campanha de um candidato ao Governo de SP

REDAÇÃO - Publicado em 25/09/2018, às 15h05

Marlene Mattos vai abrir cinco processos contra Xuxa Meneghel. A empresária assinou as procurações e já entregou a seus advogados, que vão pedir para a apresentadora provar em juízo que foi roubada por sua antiga agente, conforme declarou a apresentadora na semana passada, em entrevista à revista Caras da Argentina.

O Notícias da TV informou em primeira mão que a empresária pretendia levar o caso à Justiça. Nesta terça-feira (25), Marlene confirmou à revista Veja que não pretende relevar as declarações de sua antiga pupila.

"Hoje assinei procurações para meus advogados e eles vão entrar, inicialmente, com cinco processos contra ela. Agora é com a Justiça! Xuxa que prove que eu a roubei. Sempre fui discreta e vou continuar sendo. Não quero fazer desse momento um evento", disse.

Na entrevista, Marlene dispara diversas alfinetadas a Xuxa. Diz que a apresentadora perdeu a receita do sucesso, a chamou de incoerente e desesperada por se manter sob os holofotes.

Ao ser questionada sobre suas práticas abusivas, a empresária não desmentiu e confirmou que seus métodos de gerenciamento não eram dos mais dóceis.

"Olha, se for no sentido disciplinar, eu até admito que, por vezes, fui exagerada. É que eu sempre quis que ela fosse a melhor de todas. Agora, se for em outro sentido, digo que sempre lembrava da minha avó que falava: 'Onde se come o pão, não se come a carne'. E, para mim, o que minha avó dizia era lei!", declarou.

A respeito das acusações de roubo, Marlene Mattos foi categórica ao afirmar que nunca foi desonesta com Xuxa e deu a entender que a apresentadora não era uma pessoa econômica em seus hábitos.

"Eu não pegava em dinheiro, eu assinava contratos e cheques e, às vezes, dependendo do valor, ela assinava junto (...). Ela sempre gastou muito, mas não ficava perguntando o que ganhou. O fato é que: o que ela queria, ela nunca deixou de ter. E isso custava dinheiro que sempre veio do trabalho, prospectado por mim e realizado por nós", afirmou.

A empresária disse que os únicos bens obtidos durante os 18 anos que trabalhou com Xuxa foram um sítio, um apartamento e uma fazenda de lazer, que precisaram ser vendidas após o fim da parceria para ter condições de se sustentar.

"Meu patrimônio hoje é: minha vida, minha capacidade de criação, disposição para o trabalho e alguns extraordinários amigos", disse.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook