Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

OPINÕES DIVIDIDAS

Gloria Maria cancelada? Jornalista diz que 'mundo está chato' e vira alvo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A apresentadora do Globo Repórter, Gloria Maria, no comando do jornalístico

Apresentadora do Globo Repórter, Gloria Maria causou debate ao criticar o politicamente correto

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 29/9/2020 - 14h34

Uma declaração de Gloria Maria em entrevista para a jornalista Joyce Pascowitch causou uma celeuma nas redes sociais. Ao dizer que acha o "politicamente correto um porre" e que "esse mundo está muito chato", a jornalista da Globo virou alvo de uma parcela dos internautas com o já famoso cancelamento da web. Por outro lado, ganhou defensores inusitados, como apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

Apesar de alguns considerarem as declarações de Gloria equivocadas e apontarem pontos de discordância no discurso da apresentadora do Globo Repórter, a visão dela foi tratada como uma opinião que não pode ser considerada uma verdade absoluta dentro do movimento negro.

"Não caiam na armadilha de tornar Gloria Maria um alvo. Ela já falou abertamente sobre sofrer racismo desde sempre. Ela discordar em um ponto ou se expressar mal, não apaga nada do que essa mulher representa. E quem usa dessa fala é só desonesto mesmo", apontou o engenheiro e professor Leví Kaique Ferreira no Twitter.

Durante a conversa com Joyce Pascowitch no Instagram no último sábado (26), Gloria disse o seguinte: "Hoje tudo é racismo, tudo é preconceito. Até hoje na TV, eu tenho meus câmeras antigos, os técnicos que estão comigo há 40 anos, todos me chamam de neguinha. Eu nunca me ofendi, nunca me senti discriminada. Me chamam de uma maneira amorosa, carinhosa. É claro que se falam 'ô, nega', não sei o quê, é outra coisa".

E continuou: "Então, hoje, tudo é preconceito, tudo é assédio. Está chato. Estou há mais de 40 anos na televisão. Já fui paquerada muitas vezes, mas nunca me senti assediada moralmente. Acho que o assédio moral é uma coisa clara, não tem dubiedade. Não tem como você interpretar. O assédio é uma coisa que te fere, é grosseiro, te machuca, te incomoda, te desmoraliza".

Nesta terça (29), influenciadores negros repercutiram a fala. "A minha opinião é que a Gloria se desconectou da realidade da maioria dos pretos e pra ela, que vive rodeada de pessoas brancas 'boazinhas', é tranquilo ser chamada de neguinha, até porque se ela não gostar de algo que foi dito, ela pode muito bem demitir/denunciar a pessoa", opinou Mussum Alive, que ressaltou a importância da jornalista como "mulher preta de sucesso".

"Racismo e sexismo são sistemas de dominação. O fato de a Gloria Maria achar ok a equipe dela chamar ela de neguinha e o fato de ela considerar 'paqueras' no ambiente de trabalho 'natural' também fazem parte do sistema de dominação. E adivinha? Os brancos apropriarem esse discurso também faz parte do sistema de dominação", escreveu Winnie Bueno.

"Gloria Maria disse que, hoje em dia, tudo é racismo. Gloria nasceu em um país que não criminalizava essa conduta e viveu em um período em que a Medicina e a Psicologia acreditava na inferioridade da raça negra. O problema não é a Gloria, ela só é um sintoma dos tempos", destacou o escritor Ale Santos.

"Vocês tem noção que algumas falas de pessoas pretas famosas ajudam a definir uma 'regra' na cabeça alheia? Por exemplo, estão tornando uma verdade absoluta a opinião da Gloria Maria, assim como o Babu quando disse que o certo seria preto e não negro", escreveu a youtuber Camilla de Lucas.

As declarações da jornalista da Globo foram elogiadas por nomes como a deputada federal Bia Kicis (PSL), que publicou nesta semana uma imagem com blackface (pessoa branca com o rosto pintado para parecer negra) para criticar o processo seletivo exclusivo para negros em empresas; além dos também deputados Eduardo Bolsonaro (PSL) e Carla Zambelli (PSL).

Veja abaixo repercussões das falas de Gloria Maria:


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?