Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LUTO

Gésio Amadeu morre aos 73 anos por complicações da Covid-19

CAIUA FRANCO/TV GLOBO

Imagem de Gésio Amadeu em cena da novela Velho Chico, de 2016

Gésio Amadeu na novela Velho Chico (2016); ator morreu nesta quarta-feira (5), após contrair Covid-19

REDAÇÃO

Publicado em 5/8/2020 - 19h24
Atualizado em 5/8/2020 - 20h14

O ator Gésio Amadeu, intérprete do chef Chico na primeira versão de Chiquititas (1997), morreu nesta quarta-feira (5). Ele tinha 73 anos e estava internado no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo, após ter contraído o novo coronavírus (Covid-19). Segundo o filho, Mario Amadeu, o veterano teve uma falência múltipla dos órgãos.

"Meu pai acabou de falecer. Falência multipla de órgãos. Por hora, somente essa informação. Assim que possível postaremos mais. Obrigado", escreveu Mario em seu perfil no Facebook.

O último trabalho de Gésio na televisão foi na série infantil Bugados, do canal por assinatura Gloob. Em seus mais de 50 anos de carreira, ele atuou em novelas, séries, filmes e peças de teatros.

Um dos seus personagens mais lembrados é o cozinheiro do orfanato Raio de Luz na produção infantil do SBT, além do Tio Barnabé no Sítio do Pica-Pau Amarelo (2007). Ele também atuou na novela Flor do Caribe (2013), que será reapresentada pela Globo após a edição especial de Novo Mundo.

Nas redes sociais, atores de Chiquititas se despediram de Gésio. "Que sua doçura, seu sorriso largo, seus inúmeros personagens que tanta sensibilidade e talento nos brindaram nos palcos e nas telas da vida permaneçam em nossa memória", desejou Nelson Freitas, que atuou como o doutor Fernando no folhetim.

Flavia Monteiro, intérprete da protagonista Carol, também se manifestou: "Hoje a festa não armou-se na cozinha e sim lá no céu, que recebe esse sorriso cheio de doçura e acolhimento. A nós, ficam as lembranças, o legado de um trabalho impecável, generoso e muita saudade".

Luto na classe artística

Amigos e colegas do artista em outras produções também declararam luto. Cacau Protásio relembrou o primeiro encontro com Amadeu e revelou que tinha um projeto com o artista. "Lembro o dia que eu te conheci pessoalmente. Chorei, mãos geladas de tanta alegria. Que emoção. Rezei todos os dias para chegar dezembro, para começar o nosso projeto lindo. Mas Deus quis você̂ lá́ do ladinho dele, cuidando da gente aqui em baixo", declarou em sua rede social.

A atriz Fafá Rennó, por sua vez, publicou um vídeo em que o ator aparece cantando. "Que privilegio eu tive! Que deleite! Quantos causos... quantas histórias vividas e contadas. Que sorte a minha e a de quem mais pode compartilhar um camarim, palco e/ou um set com ele", escreveu.

Marcelo Serrado, que está no ar como Crô na reprise de Fina Estampa, na Globo, agradeceu o fato de ter compartilhado os estúdios com o amigo em Velho Chico (2016). "Acabamos de perder o grande ator Gésio Amadeu para a Covid-19. Uma tristeza. Um ator maravilhoso e um ser humano fora de série com quem tive a honra de trabalhar na novela Velho Chico, da TV Globo. Todo meu carinho à família", disse.

SBT ressalta carisma

O SBT, emissora que consagrou Gésio Amadeu como o chef Chico em Chiquititas, emitiu uma nota de pesar. Leia a íntegra:

"O SBT lamenta profundamente o falecimento do ator Gésio Amadeu, de 73 anos. Ele estava internado desde o final de junho no Hospital Sancta Maggiore, e hoje (5) teve falência múltipla dos órgãos, em decorrência da Covid-19.

Gésio faz parte dos grandes atores revelados pelo teatro, emprestando posteriormente seu talento à teledramaturgia nacional, tendo interpretado personagens que permeiam a memória afetiva do público, em diversas emissoras de TV.

No SBT, sua primeira participação foi no seriado Joana (1984-1985), onde deu vida a um dos jornalistas da revista que era pano de fundo da série. Logo, ingressou na segunda fase da novela Meus Filhos, Minha Vida (1984-1985), tendo feito ainda na emissora as novelas Cortina de Vidro (1989-1990), Sangue do Meu Sangue (1995-1996), Os Ossos do Barão (1997), Amor e Ódio (2001-2002) e Seus Olhos (2004).

Mas foi como o simpático e amoroso chef Chico, na primeira versão de Chiquititas (1997-2001), que Gésio conquistou o coração do público infantil. Chico era uma figura amável e sempre disposta a ajudar, que reunia as meninas do Orfanato Raio de Luz ao redor de sua cozinha para aplicar ensinamentos, sempre com uma dose extra de amabilidade e respeito.

Gésio deixa quatro filhos e uma legião de fãs que acompanharam seu trabalho em mais de 50 anos nos palcos e nas telas."

Confira declarações da classe artística sobre a morte de Gésio Amadeu:

Ver essa foto no Instagram

Eu lembro o dia que eu te conheci pessoalmente, chorei, mãos geladas de tanta alegria,que emoção, rezei todos os dias pra chegar dezembro, pra começar o nosso projeto lindo, mas Deus quis você lá do ladinho dele, cuidando da gente aqui em baixo..., @gesioamadeu.ator vai com Deus, vamos sentir muitas saudades!!! Obrigada Deus por me permitir contracenar com esse astro da Televisão. #oceuestaemfesta #jaestoudesaudades #casaparaiso Palavras do Flávio 👇🏾👇🏾👇🏾👇🏾👇🏾 Se tem um cara do bem, esse cara era o GÉSIO. Perdemos um cara amigo, parceiro é leal. Nunca se negou a ajudar quem quer que fosse. Vai com Deus irmão, vc estará sempre junto de nós. Meus sentimentos a família.

Uma publicação compartilhada por Cacau Protásio (@cacauprotasiooficial) em

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?