Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'VIVENDO NA BOLHA'

Gabriela Pugliesi volta para a web após ser linchada por festa proibida na pandemia

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Gabriela Pugliesi em publicidade para seu Instagram em abril de 2020

Gabriela Pugliesi em publicidade para seu Instagram em abril de 2020; influenciadora digital de volta

REDAÇÃO

Publicado em 20/7/2020 - 20h36

Sumida desde abril das redes sociais após furar a quarentena para dar uma festa proibida, Gabriel Pugliesi voltou para o Instagram nesta segunda-feira (20). A influenciadora digital encarou semanas de linchamento virtual por quebrar as regras de isolamento tendo sido ela uma das primeiras famosas a contrair a Covid-19. "Erro imaturo e inconsequente", resumiu.

"Quanto tempo! Confesso que estou um pouco desconfortável, me sentindo egoísta de gravar um vídeo para falar de mim diante de tudo isso que está acontecendo com o mundo. Mas faz muito tempo que eu não apareço aqui e não vi outra forma de compartilhar com vocês algumas coisas que estou com vontade", iniciou a empresária em sua gravação em vídeo. 

"Primeiro, queria dizer que vivi dias extremamente necessários que foram muito importantes para o meu aprendizado. No início foi duro porque veio acompanhado de um erro imaturo e inconsequente. Para que não lembra, naquele dia, eu furei a quarentena reunindo uns amigos em casa. Fiquei bêbada e falei besteira. Naquele dia, eu estava muito feliz e esqueci do mundo", continuou.

Gabriela afirmou que não deseja apagar sua falha e nem usar todo esse tempo de sumiço para o mesmo ser esquecido. "Até porque, por conta desse erro, eu perdi uma parte da minha paz, alegria e trabalho, como vocês sabem. Perdi a confiança de vocês. Porque aqui na internet, a gente passa a ser definido por um erro e é cancelado por causa dele. Resumem a gente a isso", analisou.

"Mas de tudo isso, o que eu mais perdi naquele momento foi a mim mesma. Comecei a me questionar demais. É como se num momento de fragilidade, você acreditasse em tudo de ruim que falam de você. Sobre esse episódio, eu queria mais uma vez pedir desculpas. Se eu te ofendi, nunca foi minha intenção ofender alguém", frisou.

A influenciadora digital, se disse aliviada por saber que não prejudicou ninguém, apenas ela mesma. "E foi muito difícil eu me perdoar porque fui completamente incoerente com a pessoa que sou de verdade. Porque sei que me preocupo com os outros, o mundo a vida e a saúde. Por isso, a incoerência. Mas somos seres humanos incoerentes e contraditórios", afirmou.

"Mas eu me perdoei. Senão, não estaria aqui falando com vocês. Estou aqui hoje porque quero falar com vocês sobre a vida e Deus. Sobre esse momento de crise e de tristeza que são muito importantes e transformam a gente", declarou.

Pessoa melhor após erro

A musa fitness entregou que diante da crise causada por ter furado a quarentena se viu vulnerável. E ao se ver frágil conseguiu entender a necessidade da situação para "crescer na vida".

"No meu caso, se nada daquilo tivesse acontecido comigo, eu estaria naquele mesmo lugar que eu estava. Que lugar que eu estava? Não estava tudo bem? Tudo mara? Tudo incrível? Estava. Estava tudo certo.  E também achava. Porque não estava vendo o quanto estava estagnada, iludida, não enxergando um palmo na minha frente", considerou.

"Eu estava tomada pelo ego, o que é normal às vezes. Nossa maior missão aqui é saber lidar com o ego. É difícil para caramba, ainda mais neste meio com tanta sedução. Eu estava vivendo nessa minha bolha e deixando de olhar para o mundo o tanto que eu deveria. Estava tudo confortável. E nesse lugar do conforto, a gente não aprende porque fica meio cego mesmo", observou.

Em seu desabafo, Gabriela comentou que viu em seu ato impensado um "plano de Deus". "A gente nunca planeja viver uma crise, um desafio ou uma fase ruim. De repente, as coisas fogem do nosso controle. Você pensa: 'Por que comigo?'. Na verdade, é aí que Deus está agindo para colocar a gente de volta nesse eixo", expôs.

"Eu entendi que precisava ter passado por isso para ter a certeza de que estava completamente desconectada de mim naquele período. Eu só enxergaria isso se alguma coisa me brecasse", ponderou.

A mulher de Erasmo Viana disse ter aprendido que é preciso ser responsável como influenciadora digital tendo milhões de seguidores. "Sempre compartilhei alegria, felicidade, positividade. Eu sempre acho que está tudo maravilhoso. Só que, às vezes, ser assim fecha meus olhos para uma parte do mundo que é cruel, uma realidade triste", disse.

"Acreditem se quiserem, mas eu realmente até hoje não tinha noção da quantidade de pessoas que eu alcanço aqui. Sempre fui sem noção com esse negócio de números", admitiu.

Ao se ver diante de uma polêmica, a empresária disse que aprendeu, inclusive, com a enxurrada de críticas. "A galera do linchamento e cancelamento das pessoas, foram vocês que mais me ajudaram esse tempo todo. Porque na vida, quando a gente não se coloca nunca como vítima e, sim, como responsável, a gente não só compreende a dor, como aprende com ela. Tudo vira aprendizado", explicou.

"Hoje eu vejo que precisei dar esse passo para trás, ser resiliente, repensar mil coisas e entender, de uma vez por todas, que eu preciso ser mais responsável. Saber que tudo que eu falo tem um peso muito grande. Sei que preciso cada dia mais estudar, servir, escutar as pessoas que sabem mais do que eu. E tudo isso é um exercício diário", confessou.

A influenciadora digital reconheceu que as redes sociais trazem muitos benefícios, mas é preciso estar alerta. "A gente tem que tomar muito cuidado para não se perder aqui [na internet]. Para não entrar nessa energia errada, ódio, julgamento o tempo todo e essa necessidade de estragar a vida de uma pessoa", finalizou.

Veja vídeo de Gabriela Pugliesi no Instagram:

Ver essa foto no Instagram

❤️

Uma publicação compartilhada por Gabriela Pugliesi (@gabrielapugliesi) em

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?