Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

OPORTUNIDADE

Fora do BBB21, Caio lucra com fama de 'caloteiro' em ação publicitária; confira

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Caio Afiune em ensaio fotográfico

Caio Afiune em ensaio fotográfico; fazendeiro lucrou com ação publicitária de uma empresa de crédito

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/5/2021 - 17h07

Após o confinamento no Big Brother Brasil 21, Caio Afiune aproveitou para lucrar com a fama de caloteiro que havia conquistado nas redes sociais. Nesta segunda-feira (17), o fazendeiro protagonizou uma ação publicitária promovida por uma empresa de análise de crédito.

No vídeo da ação, publicado nas redes sociais de Afiune e da Serasa, a empresa enviou uma carta para o amigo de Rodolffo Matthaus, do mesmo jeito que é feito com quem está com o nome sujo.

Em seguida, o goiano efetuou um cadastro no aplicativo da empresa para quitar suas dívidas. "Recebi uma carta da Serasa, moçada! E agora?", indagou o ex-BBB durante o comercial, que terá uma continuação nos próximos dias.

A ação publicitária aproveitou a fama do "bastião" sobre seus débitos financeiros. Antes da entrada no reality, os fãs da atração descobriram que Caio havia assinado 28 cheques sem fundo e tinha uma dívida superior a R$ 8 mil.

Durante o reality da Globo, Caio ganhou R$ 30 mil apenas nas Provas do Anjo (metade para ele e o restante para a mulher, Waléria Motta). Além desta quantia, Caio lucrou com o cachê do programa e em outras dinâmicas do confinamento.

Confira o vídeo:


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?