Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

SEPARAÇÃO CONTURBADA

Em guerra com ex, Mayra Cardi é proibida de falar sobre Arthur Aguiar: 'Fui intimada'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Arthur Aguiar e Mayra Cardi quando ainda eram casados em março de 2018

Arthur Aguiar e Mayra Cardi quando eram casados, em março de 2018; empresária em guerra com ator

REDAÇÃO

Publicado em 3/8/2020 - 17h37

Em guerra com o ex-marido, Mayra Cardi foi proibida de falar publicamente o nome de Arthur Aguiar. A analista comportamental recebeu um oficial de Justiça na semana passada com a notificação. "Fui intimada. Mas acho que preciso dizer algumas coisas sobre esse burburinho a respeito da intimação", desabafou ela nesta segunda-feira (3).

"Tudo o que eu disse até agora foram fatos e episódios que realmente aconteceram, e que até o presente momento não foram desmentidos. Pelo contrário, todos foram confirmados, inclusive pela 'parte autora das traições'-- já que não posso falar nomes", completou a empresária em carta publicada pelo jornalista Leo Dias, do portal Metrópoles.

Mayra e Arthur anunciaram o fim do casamento de três anos em maio. A coach de vida saudável disse que o motivo do término foi um desgaste na relação. Porém, ao longo das semanas, ela revelou que a verdadeira causa do rompimento foram as traições do ex.

Além dos traumas causados pela infidelidade, a ex-BBB ainda desabafou sobre abusos constantes do artista. Desde então, ambos trocaram acusações publicamente em vídeos e textos nas redes sociais.

Agora, proibida de falar o nome do ex-galã da Globo, ela lamenta a ação do ex-marido na Justiça. "Quem deve, teme. É um padrão desse tipo de pessoa, principalmente quando são pegas: se não conseguem desmentir, a única opção é tentar silenciar. Contra fatos, não há argumentos", declarou.

Leia carta de Mayra Cardi sobre a proibição de falar sobre Arthur Aguiar:

"Venho por meio desta esclarecer que fui intimada. Mas, acho que preciso dizer algumas coisas sobre esse burburinho a respeito da intimação.

Antes de comentar sobre o que não pode mais ser dito, queria comentar sobre o que já foi falado.

Até agora, tudo o que eu falei sobre o assunto relacionado à minha separação e às diversas traições foi comprovado: cada afirmação minha foi, primeiramente, verificada para saber a origem da informação antes de divulgá-la. Eu tenho relatos, prints e depoimentos de pessoas que contaram o que aconteceu. Eu sempre tomei o cuidado de não sair falando qualquer coisa.

O ponto é: tudo o que eu disse até agora foram fatos e episódios que realmente aconteceram, e que até o presente momento NÃO foram desmentidos. Pelo contrário, todos foram confirmados, inclusive pela ‘'arte autora das traições' — já que não posso falar nomes.

Agora, quanto à proibição, é natural que se queira me proibir de falar: quem deve, teme. É um padrão desse tipo de pessoa, principalmente quando são pegas: se não conseguem desmentir, a única opção é tentar silenciar. Contra fatos, não há argumentos.

Mas, em cumprimento à determinação judicial, não posso mais me manifestar sobre o assunto. A decisão será cumprida e todos os fatos esclarecidos no Poder Judiciário."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?