Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PARA PAGAR MÚSICOS

Dupla Anavitória organiza lives e cobra R$ 95 por ingresso; fãs reclamam na web

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Vitória Falcão e Ana Caetano, a dupla Anavitória, em ensaio para o Instagram, em 24 de novembro de 2018

Vitória Falcão e Ana Caetano, a dupla Anavitória, em ensaio para o Instagram; lives pagas para cachês dos músicos

REDAÇÃO

Publicado em 23/4/2020 - 0h20
Atualizado em 23/4/2020 - 21h48

A dupla Anavitória surpreendeu seus fãs nesta quarta-feira (22) ao anunciar um pacote de lives com ingressos a R$ 95. Os fãs de Ana Caetano e Vitória Falcão reclamaram da iniciativa na web. Ao Notícias da TV, a assessoria das artistas confirmou as transmissões pagas. A ideia partiu das meninas em conjunto com o empresário Felipe Simas. 

O pacote com sete lives foi a forma que eles encontraram de recolher dinheiro para os profissionais envolvidos na turnê O Tempo É Agora. A equipe encerraria os shows agora, em abril, em Palmas, no Tocantins. No entanto, a agenda foi cancelada por causa da pandemia do coronavírus.

Apesar da boa intenção, a proposta de pagar pelas transmissões ao vivo não agradou os fãs. "Anavitória não tem o menor senso de realidade. Olha o estado que esse país está e as bonitas cobrando R$ 100 de ingresso para cantar numa live. Quer arrecadar dinheiro pede doação", comentou uma internauta.

"Estou decepcionada com esse lance de Anavitória fazer uma live paga, que custa o preço de um ingresso para um show normal. Foge totalmente da premissa de ser algo para todo mundo, para ajudar a passar o tempo de um jeito mais leve nessa quarentena", criticou outra seguidora.

"Anavitória cobrando R$ 95 por lives. Sinceramente, parabéns pela coragem porque noção não tem. Nem o ingresso de meia entrada do show é esse preço", comparou outro fã.

A equipe das cantoras criou um site para a venda de ingressos. Em comunicado na página, há a explicação de que diante do isolamento social, os profissionais envolvidos na turnê, como diretores de áudio, som e os próprios músicos, ficaram sem trabalho e permanecerão fora de suas funções por tempo indeterminado, ou seja, sem cachês.

Todos os profissionais participarão dos eventos on-line compartilhando seus conhecimentos. Cada reunião tem previsão uma hora de duração e será como uma aula para quem tem curiosidade sobre os bastidores do mundo da música.

Quem pagar os R$ 95 à vista --é possível parcelar em até seis vezes, no entanto, o valor salta para R$ 105,18-- terá direito a conferir as sete lives divididas por temas, como noções básicas de som, de vídeo e de produção de um show.

A primeira transmissão está marcada para o dia 13 de maio e será um show de O Tempo É Agora já gravado. A última live, agendada para o dia 19 de maio, será um bate-papo com Ana e Vitória. As demais serão encontros virtuais com os profissionais envolvidos nos bastidores da turnê. 

Cantoras explicam lives pagas

Na tarde de quinta-feira (23), Ana Caetano e Vitória Falcão se manifestaram no Instagram. Após receberem diversas críticas nas redes sociais, elas fizeram um comunicado em vídeo para explicar a finalidade do pacote de transmissões que foi anunciado.

"O nosso escritório lançou um projeto que é basicamente os bastidores do que foi a nossa turnê. São sete lives, a primeira de todas vai ser o show da Fundição Progresso, no Rio. Vai ser a exibição desse show. As demais [lives] vão ser de bate-papos com os profissionais que fizeram esse show acontecer", disse Ana.

"Acho que é um jeito lindo dessa galera continuar trampando de alguma forma, disseminando seus conhecimentos. Acho que é uma parada diferente para pessoas que estão consumindo. A última live a gente vai participar batendo um papo. Só que não vai ser uma live cantada. Vai ser só uma conversa", completou.

Segundo as artistas, o público interpretou equivocadamente a essência do projeto. "Acho que foi muito preguiça e desinteresse de abrir a matéria e ler o que realmente estava sendo dito ali. As pessoas supuseram que a gente estava errando num lugar e começaram a falar coisas maldosas sem ter a certeza", reclamou Ana.

"A gente está procurando um jeito de se reinventar, de fazer a máquina rodar. Nesse projeto específico, eles [os profissionais] estão compartilhando o conhecimento deles. Acho isso tão genuíno e válido", ressaltou.

Para tranquilizar os fãs, elas informaram que haverá uma transmissão ao vivo com um show da dupla nos moldes do que os artistas nacionais têm feito. "A gente está muito querendo fazer a live. Só que existe todo um processo para que uma live aconteça", explicou a morena.

"Não sei se vocês sabem disso, mas toda live tem um custo. Ela chega gratuita para quem está em casa, mas tem alguém por trás. Normalmente, os artistas que a gente está assistindo têm se associado a marcas que bancam toda a parada", avisou. 

"A gente está nesse processo de negociação. A gente não quis dividir nada ainda porque a gente não tem nada ainda. Mas vai acontecer em algum momento. A gente só não sabe quando ainda. E quando acontecer vai ser lindo", avisou. 

Confira comunicado sobre as lives pagas de Anavitória:

A turnê do disco O Tempo É Agora (ganhador do Grammy de ‘Melhor Álbum Pop em Língua Portuguesa’) terminaria no primeiro final de semana de abril em Palmas, capital do Tocantins, estado natal das Anavitória. Foram aproximadamente 150 shows de norte ao sul do país e também em Portugal.

Mesmo após o fim da tour, os membros da nossa equipe de estrada seguiriam trabalhando individualmente no mercado, atendendo outros artistas e diversos eventos, como já faziam costumeiramente.

Mas como, de uma hora para outra, o mundo se desconfigurou e quase todo mundo precisou ficar em casa, o cenário mudou completamente de figura. A indústria do entretenimento ao vivo foi duramente atingida pelas consequências do necessário isolamento social e da crise sanitária e econômica que estamos vivendo.

Levando em consideração que atividades com aglomeração de pessoas devem ser as últimas a voltar ao normal, muitos dos profissionais da nossa área ficarão sem trabalhar por tempo indeterminado.

Como o show não deve parar, chamamos parte da equipe responsável pela produção dessa turnê para compartilhar um pouco das histórias de bastidores. Vamos conversar de tudo um pouco: Desde noções básicas sobre como levar um show para a estrada até curiosidades e detalhes técnicos de toda a estrutura.

Serão 7 encontros diários ao longo de uma semana, sendo 6 lives com alguns dos profissionais que fizeram parte da turnê e 1 exibição inédita de um show realizado em março do ano passado na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro.

100% da arrecadação com as inscrições será destinada aos profissionais convidados a compartilhar seus conhecimentos nessas lives.

Confira publicações dos fãs sobre a live paga de Ana Vitória:

Confira aviso sobre a venda de ingressos:

Ver essa foto no Instagram

A turnê do disco O TEMPO É AGORA (ganhador do Grammy de ‘Melhor Álbum Pop em Língua Portuguesa’) terminaria no primeiro final de semana de abril em Palmas, capital do Tocantins, estado natal das Anavitória. Foram aproximadamente 150 shows de norte à sul do país e também em Portugal. Mesmo após o fim da tour, os membros da nossa equipe de estrada seguiriam trabalhando individualmente no mercado, atendendo outros artistas e diversos eventos, como já faziam costumeiramente. Mas como, de uma hora para outra, o mundo se desconfigurou e quase todo mundo precisou ficar em casa, o cenário mudou completamente de figura. A indústria do entretenimento ao vivo foi duramente atingida pelas consequências do necessário isolamento social e da crise sanitária e econômica que estamos vivendo. Levando em consideração que atividades com aglomeração de pessoas devem ser as últimas a voltar ao normal, muitos dos profissionais da nossa área ficarão sem trabalhar por tempo indeterminado. Como o show não deve parar, chamamos parte da equipe responsável pela produção dessa turnê para compartilhar um pouco das histórias de bastidores. Vamos conversar de tudo um pouco: Desde noções básicas sobre como levar um show para a estrada até curiosidades e detalhes técnicos de toda a estrutura. Serão 7 encontros diários ao longo de uma semana, sendo 6 lives com alguns dos profissionais que fizeram parte da turnê e 1 exibição inédita de um show realizado em março do ano passado na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro. 100% da arrecadação com as inscrições será destinada aos profissionais convidados a compartilhar seus conhecimentos nessas lives. Os ingressos são limitados e você pode saber mais informações e contribuir para que a cadeia produtiva da música continue brilhando através do link abaixo. https://otempoeagora.com.br/bastidores/

Uma publicação compartilhada por Ingresso Digital (@ingressodigitaloficial) em

Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?