Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

LUTO

Diretor de Sagarana, o Duelo, cineasta Paulo Thiago morre aos 75 anos

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Paulo Thiago de camiseta preta em frente a uma estante branca de livros no fundo

Paulo Thiago em foto posta em sua página no Facebook; veterano teve parada cardíaca

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 5/6/2021 - 12h45

O cineasta Paulo Thiago morreu aos 75 anos. Ele não sobreviveu a uma parada cardíaca motivada por doença hematológica que compromete a produção de componentes do sangue. O corpo será velado no Rio de Janeiro em uma cerimônia somente de familiares.

Entre filmes ficcionais e documentários produzidos pelo veterano, destaque para Sagarana, o Duelo (1974), longa que representou o Brasil na competição oficial do Festival Internacional de Cinema de Berlim, na Alemanha.

O diretor tinha se sentido mal no começo de maio e foi atendido por médicos. Deu entrada para internação no Hospital Samaritano, na zona sul do Rio de Janeiro, no último dia 7, onde estava sob observação desde então.

Paulo Thiago Ferreira Paes de Oliveira nasceu na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Ele se mudou para a capital fluminense na infância, quando tinha cinco anos, e nunca mais deixoua Cidade Maravilhosa. Na juventude, chegou a cursar Economia e Sociologia Política na PUC-RJ (Pontifícia Universidade Católica).

Sessões em salas da cinemateca do MAM (Museu de Arte Moderna) e do Cine Paissandu fizeram com que ele se apaixonasse pela sétima arte. O primeiro grande projeto foi Os Senhores da Terra (1970), assinando roteiro e direção. A história sobre assassino de aluguel de Minas Gerais chamado para dar fim a um malvado coronel que se apaixona pela enteada do vilão rendeu prêmio da Federação Internacional de Críticos de Cinema.

A união entre cinema e literatura também marcou a carreira do artista, principalmente com a adaptação para as telas de Policarpo Quaresma, Herói do Brasil (1997) e o documentário Poeta de Sete Faces (2002), sobre o escritor Carlos Drummond de Andrade (1902-1987).

Na lista geral de produções estão Jorge, um Brasileiro (1989), O Vestido (2003) e Orquestra dos Meninos (2008). O cineasta ainda chamou a atenção com a obra documental Coisa Mais Linda: Histórias e Casos da Bossa Nova (2005).

Na lista de próximos trabalhos de Thiago estavam uma adaptação do livro Rabo de Foguete: Os Anos de Exílio (1998), deFerreira Gullar (1930-2016) e um documentário sobre o grupo musical MPB4.


Leia também

Web Stories

+
A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do realityQuem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de Pantanal

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?