INTIMIDADE

Deborah Secco abre o jogo sobre sexo com o marido: 'Transava dez vezes por dia'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Hugo Moura e Deborah Secco juntos em festa

Hugo Moura e Deborah Secco; atriz disse que transava 'dez vezes por dia' com o marido no início da relação

REDAÇÃO - Publicado em 02/07/2020, às 20h24

Deborah Secco abriu o jogo sobre sua vida sexual com o marido Hugo Moura. Segundo a intérprete de Alexia/Josimara em Salve-se Quem Puder, no início do relacionamento eles transavam "dez vezes por dia". Mas a situação mudou após o nascimento da filha Maria Flor. Ela diz que a libido foi substituída pelo prazer da maternidade.

"Eu engravidei com dois meses de namoro. Quando engravidei, a gente transava dez vezes por dia quando estava em um dia médio. Estávamos naquele momento em que a gente só transava até a Maria nascer. Depois a gente passou a transar e conversar, cozinhar, ver um filme", disse ela em entrevista para Sabrina Sato no YouTube.

"Minha terapeuta fala e acho a maior verdade: a criança te dá tanta felicidade, alegria e amor que o sexo passa a ficar tão murcho, chocho. Você não precisa mais dele para dar um up [na relação]. Tenho um up muito maior o tempo inteiro, sua libido é alimentada com outro tipo de alegria. Não perdi o desejo por ele, perdi o tempo que eu tinha com ele", complementa.

Deborah destacou que conversa abertamente com o marido sobre a vida íntima do casal. "No dia em que conheci ele, falei que não ia me dar a chance de errar. Sempre fingia ser uma mulher perfeita com os homens, pois achava que eu tinha que provar para eles que era merecedora do amor. Não sei o que me deu ali e prometi que ia ser uma mulher diferente".

Sabrina aproveitou as confissões para questionar se Deborah prepara algo para o momento a dois ou se prefere que o momento ocorra de forma espontânea. "Gosto quando a gente é pego de surpresa pelo nosso desejo. Todas as coisas que preparei na vida foram horríveis. Fiz um striptease e quebrei o braço", revelou.

A atriz também afirmou que não concorda com os preconceitos envolvidos no debate sobre sexo. "Eu acho uma loucura esse tabu que as pessoas têm com o sexo. Minha filha nasceu de sexo. Todo mundo que existe veio do sexo. Por que as pessoas têm tanto problema de falar sobre sexo?".

Confira a entrevista de Deborah Secco para Sabrina Sato:

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook