Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VEJA OS VALORES

Com sorteios no Instagram, Arthur Aguiar e Maíra Cardi movimentam fortuna

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Na montagem, Arthur Aguiar e Maíra Cardi seguram iPhones em fotos de sorteios no Instagram

Arthur Aguiar e Maíra Cardi em sorteios: Andressa Suita e Flavia Pavanelli também lucram alto

IVES FERRO

ives@noticiasdatv.com

Publicado em 15/5/2022 - 7h00

Arthur Aguiar e Maíra Cardi aderiram aos sorteios em seus perfis do Instagram, que podem dar de maquiagens a carros zero quilômetro para os vencedores. Eles não são os primeiros a entrarem para este ramo: Andressa Suita, Carlinhos Maia, Flavia Pavanelli, Virginia Fonsenca e Arthur Picoli são alguns dos famosos que aproveitam os milhões de seguidores e o engajamento para faturarem alto.

Com mais de 22 milhões de seguidores no total, Aguiar e Maíra podem cobrar de R$ 150 mil a R$ 200 mil pelo cachê. Um sorteio de Flavia Pavanelli, por exemplo, não custa menos de R$ 100 mil, e Andressa consegue triplicar esse valor por conta de seu público-alvo: ela tem exclusividade com organizadores para sortear apenas veículos.

Pioneira no mercado das redes sociais no Brasil, a empresária Aline Cardoso revela que algumas dessas ações podem ser feitas pela Caixa Econômica Federal para gerar mais segurança a ambas as partes, tanto quem participa quanto quem gere. Mas a demora do órgão para validar o sorteio é um empecilho que faz a maioria deles não serem oficializados.

"O que complica muito é a falta de clareza na hora de você cadastrar o sorteio lá na Caixa, e o tempo que eles demoram para responder. Já fiz um que foi validado mais de um ano depois que o sorteio tinha sido realizado. Os de carro realmente precisam ser pela Caixa, porque têm um valor e um risco muito grandes. O ideal é fazer pela Caixa para evitar problemas", conta ela ao Notícias da TV.

"Faço o sorteio ao vivo, da forma mais transparente que consigo, entro em live com o ganhador, mostro o prêmio sendo entregue... Nós colocamos um contrato para o ganhador assinar antes de receber o prêmio, no qual ele se disponibiliza a contar como foi a experiência. Já fiz sorteios com prêmios muito grandes", completa Aline, que trabalhou com até R$ 18 mil em celulares, eletrônicos e maquiagens de uma só vez.

Como funciona um sorteio?

O primeiro passo é escolher o influenciador. Perfis com o público na maioria feminino e adulto são mais atrativos e, quanto mais famoso for a pessoa, melhor. Se for alguém envolvido com polêmicas, ou ex-participantes de realities como o BBB e A Fazenda, é bom aproveitar o engajamento do momento. Em seguida, é escolhido o prêmio e combinado o cachê.

"Sthe Matos, desde antes de participar de A Fazenda, sempre rendeu para os sorteios, os seguidores dela são muito engajados. O que geralmente rende para a Sthe é iPhone, maquiagem, carros, motos... Desde que seu contrato seja muito bom, para que ela faça Stories, foto legal para o feed, porque tem influenciador que é complicado para fazer a parte dele do trabalho", entrega.

A parte do trabalho do famoso é bem simples. Eles publicam uma foto em seu perfil do Instagram, anunciando os detalhes do sorteio e, em alguns casos, fazem Stories para alertar os fãs sobre os prazos. O resultado é feito por sites que contabilizam os milhares de comentários na publicação por meio de uma planilha --então, quanto mais alguém comenta, mais chances tem de ganhar.

Cachê altíssimo

Além do cachê e do prêmio, também entram na conta final os fretes para enviar o produto ao vencedor e ao influencer, para que os objetos sejam entregues pela celebridade. Na maioria das vezes, quem participa é obrigado a seguir outras pessoas como uma das regras do sorteio. Esses perfis são dos patrocinadores, que pagaram parte do prêmio e do cachê.

"Tem influenciadores que definem o número máximo de patrocinadores, mas você pode colocar de 60 a 90, vai depender também da sua experiência… O ideal é fazer com uns 50 ou 60, no máximo. Tem que colocar em consideração que você não vai conseguir vender todas essas vagas, então entra um valor também da margem de risco", conclui Aline.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.