Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

VALE O PREÇO?

Com IPTU de R$ 400 mil por ano, Chiquinho Scarpa faz campanha para vender mansão

REPROUÇÃO/JOVEM PAN/YOUTUBE

Em conversa via internet com o Pânico, da rádio Jovem Pan, Chiquinho Scarpa olha para a câmera enquanto fala

Chiquinho Scarpa em entrevista ao Pânico, da rádio Jovem Pan: ele revelou que gasta R$ 400 mil de IPTU

REDAÇÃO

Publicado em 23/6/2020 - 18h05

Dono de uma mansão no Jardim América, bairro nobre na região central de São Paulo, Chiquinho Scarpa gasta R$ 400 mil por ano apenas para arcar com o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) da propriedade, que tem 1.900 metros quadrados de área construída e 4.000 metros quadrados de terreno. O eterno playboy tenta vender há mais de oito anos a casa, onde mora desde que nasceu.

Em entrevista nesta terça (23) ao Pânico, da rádio Jovem Pam, ele voltou a fazer campanha para se desfazer do imóvel e confessou que espera que São Paulo tenha um novo prefeito a partir do ano que vem. Scarpa quer um alívio na carga tributária. "Vamos ver se o futuro prefeito muda. Eu pago uma fortuna de IPTU, R$ 400 mil", revelou o bon vivant.

Apesar de ter uma relação antiga com a mansão, o conde de 67 anos quer se mudar. É que manter a casa "dá um trabalho tremendo". Para que tudo siga funcionando, ele tem 12 funcionários fixos, seis seguranças e "cinco cães policiais" da raça pastor alemão que ficam soltos no jardim à noite para proteger a propriedade.

A mansão está à venda desde 2011. "Estava R$ 120 [milhões], foi para R$ 80 e agora está em R$ 63 milhões. Daqui a pouco eu dou a casa para o Emílio Surita [apresentador do Pânico] e ele faz um programa lá", brincou Scarpa na Jovem Pan.

Assista ao trecho em que ele comenta sobre o IPTU abaixo:

Em entrevista ao Notícias da TV no ano passado, ele afirmou que já recebeu propostas, mas não finalizou a venda. O preço atual de R$ 63 milhões não será mais reduzido. "Esse é o valor mínimo do imóvel", afirmou Scarpa, decidido. "Já tive oferta de R$ 55 milhões, mas não vendi".

Questionado se a venda teve como motivação algum problema financeiro, Chiquinho Scarpa soltou uma longa risada, rapidamente seguida por uma negativa.

"Tanto é que eu não estou com pressa nenhuma de vender. Tenho coisa muito maior vendendo por aí, pelo amor de Deus. Eu tenho cervejaria, tenho usina, tenho loteamentos, tenho fábrica de tecidos e sou sócio de grandes empresas. Sou sozinho, esse é que o problema", justifica.

Scarpa espera se desfazer da mansão no Jardim América para se mudar para um novo endereço. "Uma casa menor, que já está praticamente pronta", diz. De fato, a nova casa tem menos metros quadrados. Mas ainda é bem maior do que a média.

"Ela tem 2.000 m² de terreno e mais ou menos 800 m² ou 900 m² de área construída. Não é uma casa grande, mas é uma casa moderna, de fácil acesso. Tem a minha academia de ginástica, tem a piscina, tem um jardim, tem uma sala de jantar, tem uma sala, dois quartos só e dois banheiros", contou ele, em agosto.

Veja abaixo fotos da mansão, que está à venda por R$ 63 milhões:

BOSSA NOVA SOTHEBY'S INTERNATIONAL REALTY/DIVULGAÇÃO

Área externa da casa de Chiquinho Scarpa no Jardim América, região nobre de São Paulo

Sala com uma decoração clássica; o imóvel foi adquirido pelo pai de Chiquinho em 1948

O luxo e o tamanho de um dos dez banheiros da mansão em São Paulo chamam a atenção

Área externa da casa do conde Scarpa no Jardim América: são 1.500 m² de área construída

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas