Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

EMPATIA

Casado com autor, Carmo Dalla Vecchia explica como acolher filhos LGBTQIA+

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Carmo Dalla Vecchia posando para foto

Após receber ataques homofóbicos, Carmo Dalla Vecchia explica como acolher filhos LGBTQIA+

JOSÉ VIEIRA

jose@noticiasdatv.com

Publicado em 5/7/2022 - 19h25

Casado com o roteirista João Emanuel Carneiro, Carmo Dalla Vecchia publicou um vídeo sobre como acolher filhos LGBTQIA+. Nesta terça (5), pelas redes sociais, o ator deu dicas de como fazer com que o processo de descoberta da sexualidade não gere traumas e seja o mais saudável possível para jovens e seus pais. 

No vídeo publicado em seu Instagram, Vecchia reforça a importância de naturalizar a descoberta. Segundo o ator, os pais devem demonstrar que não há nada de errado com a forma como seus filhos se identificam. "Se algum dos seus filhos te disser que é gay, ou trans, não diga para ele que você o ama de qualquer jeito, ou que você o ama mesmo assim, porque é óbvio que você ama seu filho", disse.

"Isso é o que a gente diz a uma criança quando ela faz algo de errado e frustra nossas expectativas. Quando ela rouba um doce na hora errada, ou quando você descobre que ela colou numa prova", continuou. "Em vez disso, você deveria dizer algo que mostre que não há nada de errado em ser LGBTQIAPN+".

"Em vez de mostrar a sua frustração, diga: 'Tudo que eu aprendo sobre você, me faz te amar mais ainda. Eu amo descobrir quem você é e estou muito animado para que o resto do mundo também descubra'", complementou.

Para finalizar, o intérprete de Alfredo em Cara e Coragem aconselhou pais a não despejarem suas inseguranças em seus filhos. "Não diga aos seus filhos que você tem medo, que a vida será mais difícil, não carregue neles o peso dos seus medos. Quando uma criança se revela LGBTQIAPN+, a única coisa que você precisa transmitir para ela é alegria."

Carmo Dalla Vecchia é casado com João Emanuel Carlos desde 2005. Eles são pais de Pedro Rafael, de três anos. O ator publicou o vídeo um dia após expor ataques homofóbicos que havia recebido pelas redes sociais. Nas mensagens divulgadas, um internauta acusava Vecchia de influenciar outros garotos a serem homossexuais.

"Se meu filho for gay, acho que vou amar mais ainda. Se isso for possível", respondeu o ator.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.