Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

PERDEU TÍTULO

'Carreira' de Rodrigo Faro no futebol foi atrapalhada por novela da Globo

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Imagem de Rodrigo Faro em entrevista ao podcast Fala, Brasólho!

Rodrigo Faro em entrevista ao Fala, Brasólho!; carreira no futebol foi atrapalhada por novela

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 24/5/2022 - 20h42

Rodrigo Faro podia carregar o título de campeão de uma Copa do Mundo, mas teve que abrir mão desta conquista no futebol por causa do trabalho na novela O Profeta (2006, Globo). Nesta terça-feira (24), o apresentador afirmou que não pode disputar o torneio devido às gravações do folhetim das seis.

"Chamaram artistas do mundo inteiro e fizeram uma Copa do Mundo [de futebol] chamada ArtFootball, que só poderiam ir pessoas que trabalhassem com arte e três ex-jogadores profissionais. Tínhamos a nossa peladinha semanal, nos reuniram e falaram: 'Vai ter uma Copa do Mundo na Rússia, e o Brasil tem que fazer um time'", detalhou Faro ao podcast Fala, Brasólho!

No bate-papo com o influenciador Fred, do canal Desimpedidos, o contratado da Record explicou que o time era composto por artistas como Marcos Palmeira, Du Moscovis, Heitor Martinez, Márcio Kieling, Thierry Figueira, Thiago Rodrigues, Thiago Martins e Daniel Erthal.

"Quando a gente ia para à Rússia, o que acontece? Entro na novela O Profeta, em que fazia o personagem Tainha. Não pude viajar com os caras nos 45 do segundo tempo. Tinha esse impedimento, quem entrava em novela tinha que sair do time", desabafou.

"Fui cortado às vésperas da Copa do Mundo. E a gente não ganhou? Somos campeões, ganhamos de Camarões na final. O time deles tinha uns caras de 50 anos dizendo que tinham 18. Inacreditável. Foi um timaço, muito legal. Treinávamos com Zico. Ele não era o treinador, mas ele estava lá todo dia, dando toques, e ele é muito exigente", complementou Faro.

Confira o podcast:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.