Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'PEDAÇO DE MIM'

Carlinhos de Jesus sofre com 'vazio no peito' ao recordar assassinato do filho

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Carlinhos de Jesus abraçado com o filho, Carlos Eduardo Mendes de Jesus, morto em 2011

Dudu (à esq.) com Carlinhos de Jesus em foto do Instagram; coreógrafo falou sobre os 10 anos da morte do filho

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 19/11/2021 - 19h47

Nesta sexta-feira (19), Carlinhos de Jesus fez um desabafo emocionado para homenagear o filho, Carlos Eduardo Mendes de Jesus, no aniversário de 10 anos de sua morte. O sambista, também conhecido como Dudu, foi assassinado a tiros por dois criminosos de motocicleta em 19 de novembro de 2011, quando saía de um bar em Realengo, no Rio de Janeiro.

"Há exatamente 10 anos começava um ciclo novo na minha vida, o da saudade", lamentou Carlinhos na legenda de um post no Instagram que mostrava fotos de pai e filho juntos. "Perdia ali um pedaço de mim, uma vida que ajudei a construir, formar e acompanhar sua evolução. Preencheu minha vida com preocupações, alegrias, conquistas e esperanças".

O coreógrafo contou que tinha esperanças de que o filho continuasse seu legado, já que seguia a carreira artística como vocalista de um grupo de samba. "Via nele (por mais que o desviasse da ideia) a minha continuidade, pois tinha na arte (ele na música) a sua grande alegria. Meu companheiro em comissões de frente históricas (foi o Cartola em 1999) e em tantos outros momentos marcantes", desabafou.

O jurado da Dança dos Famosos concluiu o relato falando sobre sua dor. "Pois é, hoje o vazio no peito é amenizado por essa tal saudade, desses momentos vividos, dessas dores e alegrias, dessa vida que se foi. Não podia imaginar que doía tanto, mas é a vida. Sigamos com a certeza que um dia estaremos todos juntos."

Veja o post de Carlinhos de Jesus sobre o filho:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.