Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

TRAGÉDIA

Avião de Marília: Colisão em fios elétricos pode ter provocado perda de estabilidade

Reprodução/Facebook

Avião destroçado sobre pedras e riacho em ambiente rural

Avião que matou Marília Mendonça e outras quatro pessoas: Aeronave deve ter perdido estabilidade

LUIZA LEÃO

luiza@noticiasdatv.com

Publicado em 5/11/2021 - 22h02

A queda do avião que matou Marília Mendonça e outras quatro pessoas pode ter sido causada por uma perda da estabilidade após a aeronave colidir em fios da Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais). O acidente aéreo ocorreu na tarde desta sexta-feira (5) em Caratinga, no Vale do Rio Doce.

O Notícias da TV ouviu o piloto de táxi aéreo Ricardo Saleme, de 63 anos, que durante mais de duas décadas dirigiu aeronaves particulares semelhantes. Para ele, a colisão pode ter provocado falta de estabilidade no avião bimotor.  

"A descarga elétrica elevada poderia até explodir o avião, se tivesse com muito combustível, por exemplo. Na melhor das hipóteses você vai perder a estabilidade da aeronave. Mas isso se bater em qualquer objeto. Como não explodiu, ao meu ver, foi uma perda de estabilidade. Com isso, realmente o avião vai para o chão", explica o profissional.

De acordo com o piloto, os colegas que estavam no comando da aeronave podem ter tentado pousar de alguma maneira, como uma espécie de plano B. Como o pouso não foi bem-sucedido, provavelmente, houve a colisão nas rochas do riacho.

"Aí foi a gota d'água porque o impacto é muito grande. O avião estava a praticamente 200 km/h, e tem toda essa pressão de impacto. Tanto que todos morreram: os pilotos e os passageiros. Por causa de impacto. A aeronave não explodiu, nada foi carbonizado, tanto que deu para identificar os corpos com muita facilidade", acrescenta o piloto.

Colisão nos fios

Em nota, a Cemig confirmou a colisão da aeronave no cabo de uma torre de distribuição da companhia no município de Caratinga.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) diz, em nota, que as investigações sobre as causas do acidente serão realizadas pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticas (Cenipa), do Comando da Aeronáutica. 

Morre Marília Mendonça

Marília Mendonça morreu aos 26 após sofrer um acidente de avião em Minas Gerais. A cantora deixa um filho, Léo Mendonça Huff, de um ano e 11 meses, fruto de seu relacionamento com Murilo Huff. A informação da morte foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais.

"O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que, nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais", disse a nota oficial dos bombeiros

A cantora estava com seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, o piloto Geraldo Martins de Medeiros Júnior e o copiloto Tarciso Pessoa Viana. Todos os tripulantes morreram.

Confira homenagens a Marília Mendonça:


Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.