Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

JOANA MOCARZEL

Atriz com síndrome de Down quer voltar para TV e detona ministro: 'Muito infeliz'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

A atriz Joana Mocarzel faz sinal de V com as mãos, usa máscara e óculos de grau, além de blusa de lã lilás

A atriz Joana Mocarzel, que fez parte do elenco de Páginas da Vida (2006); ela tem síndrome de Down

FERNANDA LOPES

fernanda@noticiasdatv.com

Publicado em 28/8/2021 - 6h50

Há 15 anos, Joana Mocarzel se tornou estrela de novela da Globo. Aos sete, ela interpretou Clara, menina adotada pela Helena de Regina Duarte em Páginas da Vida (2006). Hoje, aos 22 anos, Joana segue na carreira de atriz, tem vontade de voltar à TV e é totalmente a favor da inclusão de pessoas com necessidades especiais nas escolas e contra o posicionamento do ministro da Educação, Milton Ribeiro, sobre o assunto. 

Em 9 de agosto, Ribeiro deu declarações que foram muito criticadas por profissionais da Educação e da Pedagogia. Ele disse numa entrevista à TV Brasil que alunos com deficiências incluídos em salas de aula comuns não aprendem e ainda atrapalham os colegas.

"Nós temos, hoje, 1,3 milhão de crianças com deficiência que estudam nas escolas públicas. Desse total, 12% têm um grau de deficiência que é impossível a convivência. O que o nosso governo fez: em vez de simplesmente jogá-los dentro de uma sala de aula, pelo 'inclusivismo', nós estamos criando salas especiais para que essas crianças possam receber o tratamento que merecem e precisam", falou o ministro.

Joana se formou no ensino médio em 2019 e estudou num colégio tradicional em São Paulo, na companhia de outras crianças e adolescentes sem síndrome de Down. Ela defende o direito à educação para todos e critica o ministro. 

"O ministro foi muito infeliz, prejudicando as nossas conquistas e atrapalhando o Brasil. Eu me formei em escola regular e sei a importância de conviver coletivamente. Nunca atrapalhei ninguém", defende.

Além dos estudos tradicionais, Joana também passou a fazer cursos de teatro, de dança e de inglês desde que estreou em Páginas da Vida. Na novela, a personagem dela havia sido abandonada pela avó Marta (Lilia Cabral), que não quis criar uma criança com síndrome de Down. Clara então foi adotada por Helena, que ao longo da novela batalhou para manter a guarda da menina. 

"Pra mim a experiência [de atuar] foi muito legal. Porque eu descobri que era o que eu gostava de fazer", diz Joana. "Depois que eu apareci na novela, as pessoas me paravam na rua pedindo autógrafos e fotos. Percebi que não podia mais ir para os lugares que eu gostava, como cinema, pracinha etc. Fiquei famosa, ganhei alguns prêmios", lembra ela.

Além do folhetim da Globo, Joana fez uma peça de teatro em São Paulo e no Rio de Janeiro em 2015. Ela afirma que gostaria de voltar a atuar em produções de teledramaturgia e levar adiante sua carreira: "Tenho vontade [de voltar às novelas], mas ainda não surgiu oportunidade. Também quero estudar Artes Cênicas e seguir a carreira de atriz".


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas