Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

LÁZARO RAMOS

Ator confessa que quebrou a cara com pandemia: 'Achei que inventaria vacina'

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Diante de um computador com equipamentos para gravação, Lázaro Ramos sorri caracterizado como o doutor Guilherme de Diário de um Confinado

Lázaro Ramos grava Diário de um Confinado em casa; ator também vira diretor em Amor & Sorte

DANIEL FARAD, do Rio de Janeiro

Publicado em 11/8/2020 - 7h05

Nas primeiras semanas da pandemia de coronavírus (Covid-19), Lázaro Ramos acreditou piamente que tiraria os desafios da quarentena de letra. Preso em casa há pouco mais de cinco meses por conta das medidas de isolamento social, o ator assume que errou feio no cálculo, quebrou a cara e chegou até a perder o sono.

"Queria resolver todos os problemas do mundo. Achei mesmo que ia conseguir cuidar dos parentes na Bahia, dos projetos sociais, me dedicar àquela postagem importante nas redes. Ia manter a casa arrumada, ter a frase perfeita para falar quando um dos filhos trouxesse uma angústia. Achei até que inventaria a vacina", brinca o galã em entrevista ao Notícias da TV.

Com a crise sanitária ainda distante de arrefecer no país, o artista percebeu que baixar a guarda seria importante para manter sua saúde mental e, assim, cuidar melhor dos herdeiros João Vicente e Maria Antônia, de oito e cinco anos.

"Aí eu chorei e me descabelei. Só que teve uma hora que resolvi parar de ter esse trabalho (risos). Nós reclamamos, mas nunca conhecemos tanto os nossos filhos quanto agora que estamos confinados juntos. Nós entendemos melhor as forças e as fragilidades que eles nos expõem", avalia o marido de Taís Araujo.

Assim como para a sua mulher, as gravações da série Amor & Sorte o ajudaram a colocar a cabeça nos eixos. "Ela vive intensamente as situações, mas dorme a noite toda. Eu não. Eu vou empurrando. A melhor coisa foi trabalhar para ter um respiro e parar de pensar um pouco nas nossas angústias", confidencia o baiano.

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

Taís Araujo e Lázaro Ramos receberam inúmeras caixas com equipamento para gravar série


Dupla perfeita

Lázaro e Taís protagonizam um dos quatro episódios da produção criada por Jorge Furtado e com estreia prevista para setembro. Sozinhos dentro de sua casa no Rio de Janeiro, os dois precisaram se virar para dar conta de todos os aspectos técnicos desde as câmeras, o foco e iluminação até a cenografia e maquiagem --ele também assina a direção ao lado de Patrícia Pedrosa.

Segundo o ator, a relação do casal saiu fortalecida, apesar dos trancos e barrancos. "Nós temos muita coisa semelhante, uma mesma visão de mundo, mas até mesmo as diferenças viram um motor. Na verdade, acho que nós temos mesmo é uma sorte que contamina o nosso amor", derrete-se.

Aos risos, ele ainda afirma que, depois dessa prova de fogo, eles não têm a menor chance de se separarem. "Quem passa pela pandemia e continua casado não separa mais. A minha dica é saber calar. Tem hora que não dá para falar nada, é calar a boca e escutar. Nada de DR [discussão de relação]. Sou contra", finaliza o intérprete.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?