Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ATIVA NAS REDES

Anitta relata possíveis ameaças por falar de política e peita haters: 'Nada me assusta'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

A cantora Anitta em live no YouTube em 10 de maio segurando um celular e falando em um microfone

Anitta em live no YouTube em 10 de maio; nas redes sociais, cantoras declarou que não tem medo de ameças

REDAÇÃO

Publicado em 13/5/2020 - 8h22
Atualizado em 13/5/2020 - 8h36

Após abrir espaço em suas redes sociais para falar sobre política, Anitta relatou que foi alertada por fãs de que poderia receber ameaças e decidiu peitar os haters. "Se alguém estiver pensando em me ameaçar, dá uma assistida no meu documentário, pra ver que nada mais me assusta nesse mundo", provocou a cantora na madrugada desta quarta-feira (13).

"Depois de tudo que passei pra chegar aqui, não tem ameaça certa", completou a funkeira, que tem um documentário biográfico na Netflix e que cresceu em uma comunidade do Rio de Janeiro.

Pela ferramenta Stories do Instagram, a funkeira esclareceu sua postura para os seguidores na rede social. "Tô recebendo muitas mensagens, os fãs tão de saco cheio que eu tô falando muito de política, que eles me seguem para ver coisas legais, entretenimento, good vibes. Gente, vai ter tudo isso. Amanhã eu tô malhando de biquíni, bunda pro alto, eu rebolo, danço funk pra vocês", debochou a cantora.

"Só que, cara, é muito importante. A gente não pode fechar os olhos para as coisas que acontecem em nosso país. A gente tem esse poder de mudar [as coisas]. E se eu consigo falar com tanta gente como eu consigo, acho que nada mais prudente do que eu usar essa visibilidade para uma parada importante", avaliou.

"Tenho falado muito sobre isso? Tenho, mas é que é inevitável, tá preocupante a nossa situação [como brasileiros]", reconheceu a dona do hit Vai, Malandra. Na sequência, Anitta disse que pensa igual seu público sobre achar o assunto política uma coisa chata, mas que é necessário aprender. 

"Ah, e eu quero dizer que se me ameaçar de morte, quanto mais ameaçar, mais eu vou querer continuar fazendo, tá bom? Eu sou essa pessoa, não tenho medo de morrer, e se me matar eu viro uma alma penada e venho assombrar quem me matou", finalizou ela. 

Nos últimos dias, a funkeira cobrou posicionamento do deputado federal pernambucano Felipe Carreras (PSB-PE), que criou uma emenda a uma medida provisória que, sugerida por ele, seria prejudicial à classe artística. Devido à pressão da cantora, o político voltou atrás e retirou a emenda. 

Anitta também convidou Gabriela Prioli, comentarista de política da CNN Brasil e sua amiga pessoal, para explicar conceitos do Direito e da hierarquia política no país. E ontem a cantora comemorou a retirada da pauta MP 910, conhecida como "MP da grilagem", da Câmara dos Deputados. A medida provisória proposta pelo governo de Jair Bolsonaro retiraria direitos de indígenas. 

Confira o desabafo de Anitta no Instagram: 

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?