CORONAVÍRUS

TV do auditório, SBT enfrenta pandemia com colega de trabalho virtual

Fotos: Divulgação/SBT

Monitores com vídeos pré-gravados de telespectadores na plateia do Programa do Ratinho em gravação ontem

Monitores com vídeos pré-gravados de telespectadores na plateia do Programa do Ratinho em gravação ontem

DANIEL CASTRO - Publicado em 13/05/2020, às 05h27

Emissora que tem no auditório uma característica histórica, o SBT arrumou um jeito de driblar as restrições impostas pela pandemia do coronavírus. No próximo final de semana, o Domingo Legal inaugura a plateia virtual que permitiu à rede de Silvio Santos retomar as gravações de seus programas mesmo longe das indispensáveis "colegas de trabalho".

A plateia virtual nada mais é do que até cem televisores de 32 polegadas, dispostos em cadeiras na vertical. No caso do programa de Celso Portiolli, serão 90 monitores, metade deles "ocupada" por espectadores de camiseta azul e metade de amarela, como era até a paralisação das gravações, em março.

O Domingo Legal, devido à pandemia, será gravado na sexta-feira (15) --e não ao vivo. Mas a plateia virtual já está em uso desde anteontem (11) pelo Programa do Ratinho, que voltará a ter edições inéditas na segunda que vem. O resultado agradou.

Para compor o auditório virtual, as produções do SBT recrutaram telespectadores pela internet, remotamente. A cada uma deles foi solicitado o envio de três vídeos gravados em celulares, simulando três situações: vendo televisão em casa, aplaudindo e dando risadas (durante três a quatro minutos).

"Essas reações são trocadas em cada monitor conforme a dinâmica do programa", explica Eron Reigota, gerente de cenografia do SBT. "A gente faz uma TV em que o auditório é fundamental e não queria auditório vazio ou com manequim. A intenção foi devolver a alegria do auditório, ter gente preenchendo o vazio", emenda.

Ratinho, Carlos Bertolazzi e Sylvia Design gravaram ontem, com distanciamento social

No caso do Programa do Ratinho, cinco dos monitores da plateia são telespectadores assistindo à gravação em tempo real. Cada programa tem seu próprio banco de espectadores, e haverá renovação e troca de posições nos monitores. O som das colegas de trabalho é reproduzido pelo sonoplasta com material de arquivo.

A plateia virtual faz parte de um pacote de cuidados que o SBT adotou para voltar a gravar suas principais atrações, como equipe e elenco reduzidos. Um mecanismo para atirar tortas foi desenvolvido para o Passa e Repassa, quadro do Domingo Legal, reduzir risco de contágio.

Depois de Celso Portiolli e Carlos Massa, será a vez de Danilo Gentili voltar aos estúdios do Complexo Anhanguera, na semana que vem. A plateia virtual também servirá ao programa Eliana, que só deve voltar aos estúdios no mês que vem. A criação, contudo, não terá lugar no Programa Silvio Santos. Com o dono do SBT, só plateia presencial, que interage.

Daniel Castro
DANIEL CASTRO transformou a coluna de Televisão da Folha de S.Paulo na mais relevante do país durante sua passagem pelo jornal, entre 1991 e 2009. Trabalhou no Notícias Populares (1995-96) e R7 (2009-13). E-mail: dcastro@noticiasdatv.com

Leia também

Comentários

Carregando… Carregando...