Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

LISA GOMES

Acusado de transfobia, sertanejo Bruno pede perdão para repórter da RedeTV!

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Montagem de fotos de Bruno e Lisa Gomes

Montagem de fotos do cantor Bruno, dupla de Marrone, e da repórter Lisa Gomes, da RedeTV!

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 15/5/2023 - 22h06
Atualizado em 15/5/2023 - 22h54

O cantor Bruno, da dupla com Marrone, foi acusado de transfobia após fazer uma pergunta sobre o órgão genital de Lisa Gomes, repórter da RedeTV!. Após a repercussão da cena, o músico se pronunciou e pediu desculpa pela fala que definiu como infantil. "Fui inconsequente", disse ele nesta segunda (15).

A polêmica envolvendo o nome do artista começou após um vídeo no qual ele aparece perguntando se a jornalista "tem pau" viralizar nas redes sociais. "Você tem pau?", dispara ele. "Como assim?", responde ela. "Pau, pau", insiste o sertanejo.

Após receber muitas críticas e ser acusado de transfobia, Bruno publicou um breve pronunciamento por meio do Instagram. "Eu estou aqui para pedir desculpas para Lisa Gomes pelo o que eu perguntei para ela. Fui totalmente infantil, inconsequente. Eu quero pedir desculpas, acho que não tem como voltar no tempo. Perdão, Lisa", declarou.

Repórter desabafa

Lisa, por sua vez, falou sobre a situação de constrangimento por meio de sua conta na rede social de fotos e vídeos. "Eu quero agradecer o carinho, o acolhimento. Eu senti esse abraço e a energia positiva de todos vocês. Mas eu não posso deixar de falar que foi horrível o que eu passei".

"Me trouxe de volta a um lugar que eu não gostaria de estar. Quando a gente passa por um processo de transição é muito doloroso, muito difícil. Eu nunca soube lidar muito bem com essa aceitação do corpo, em relação a tudo isso que vocês já conhecem sobre mulheres trans", desabafou a repórter.

Em outro trecho, a jornalista derramou algumas lágrimas e admitiu estar decepcionada pelo comportamento do artista, que é muito conhecido nacionalmente:

Tive meus direitos violados, sim. Eu não estou aqui para chorar, já chorei o que tinha para chorar. Estou tomando calmante desde sexta-feira [12]. Eu me senti invadida, exposta de uma forma que eu não gostaria. Tudo isso me fez muito mal, me fez voltar a um lugar que não gostaria. Quando vem de um artista tão consagrado e querido do público, não tem o que falar, me senti desrespeitada.

Confira os pronunciamentos:

TUDO SOBRE

Bruno & Marrone

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.