DOENTE

Vencedora do BBB19, Paula von Sperling é hospitalizada com anemia

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Vencedora do BBB19, a bacharel em Direito Paula Von Sperling falou sobre seu estado de saúde - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Vencedora do BBB19, a bacharel em Direito Paula Von Sperling falou sobre seu estado de saúde

REDAÇÃO - Publicado em 16/05/2019, às 16h42

Campeã do Big Brother Brasil 19, a bacharel em Direito Paula von Sperling foi diagnosticada com anemia. Ela teve de ir ao hospital em Belo Horizonte para se tratar, mas recebeu alta e agora está em sua casa, de repouso. Segundo a mineira, os primeiros sintomas começaram durante uma viagem que ela fez ao Rio de Janeiro.

A milionária estava na Cidade Maravilhosa desde o último dia 7, e começou a se sentir mal e com muito cansaço. Ela chegou a ir a um hospital carioca, mas só foi diagnosticada com falta de ferro ao voltar para a capital mineira.

"Estou em casa, mas ainda não estou muito bem. Continuo bem cansada. Tenho procurado comer comidas que tenham ferro. Preciso melhorar logo. Se deus quiser, vou estar ótima até o fim de semana", disse ela ao site da Globo.

Paula falou sobre sua anemia em seu Instagram

Paula também falou sobre a doença nas redes sociais, em uma publicação na ferramenta Stories do Instagram. "Amiguinhos, estão sentindo minha falta, né? Eu também", escreveu ela (veja ao lado). "Eu tô me sentindo estranha desde quando aquela gripe me pegou, mas tô bem. Não queria preocupar vocês."

Desde que deixou o confinamento, a mineira costuma usar suas redes sociais para mostrar seu dia a dia para os seguidores. Por isso mesmo, o desaparecimento das redes assustou parte dos fãs. Apesar do seu estado de saúde, a ex-sister tranquilizou os fãs: "Vai ficar tudo bem", falou ao Gshow.

Acusação de racismo

Além do prêmio de R$ 1,5 milhão, Paula saiu do BBB19 com fama de racista, por causa de suas falas no reality da Globo. A bacharel em Direito disse que foi tratada como uma bandida durante o depoimento dado à Polícia em 15 de abril.

Paula foi indiciada em 18 de abril por preconceito e intolerância religiosa. Na nota, o Decradi disse que colheu vários depoimentos e entendeu que Paula foi intolerante com seu colega de confinamento. O processo está com o Ministério Público, que ainda vai definir se arquiva ou processa a ex-BBB.

"A Polícia Civil se pauta pelo respeito à liberdade de expressão, mas destaca que, por meio desta, não se pode violar a dignidade da pessoa humana, repudiando todo e qualquer ato ofensivo à religião, etnia, orientação sexual, procedência geográfica, etc do próximo", afirmou a Polícia Civil.

Caso o Ministério Público do Rio de Janeiro aceite a denúncia, Paula será processada criminalmente por injúria, que pode dar de um a três anos de prisão, além de multa correspondente ao crime cometido.

Como Paula entrou na mira da Justiça

O problema ocorreu em 6 de fevereiro, em um papo que viralizou nas redes sociais. Paula disse ter "medo" de Rodrigo por ele falar de Oxum, orixá da beleza, do amor e da maternidade na umbanda.

"Eu tenho muito medo do Rodrigo", comentou a mineira. "Medo do quê? Acha que ele vai te mandar para o paredão?", questionou Hariany Almeida. "Não, eu tenho medo de eu pegar o líder e mandar o Rodrigo para o paredão", respondeu ela.

"Ele mexe com esses trecos aí. Ele fala o tempo todo desse negócio de Oxum deles lá, que ele conhece. Eu fico com medo disso tudo", continuou Paula. Hariany ainda tentou alertar a amiga, que não ouviu os seus conselhos.

"Mas não fala disso, não. As pessoas dessas religiões lá fora vão achar que você é preconceituosa", tentou corrigir a goiana. "Mas eu não sou, não. Nosso Deus é maior", finalizou a mineira.

Em 11 de fevereiro, o Decradi anunciou a abertura de inquérito. Dias depois, a Globo disse que o caso estava sendo analisado e que tomaria eventuais medidas se fossem necessárias, mas Paula não sofreu nenhuma sanção.

Últimas de BBB19

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook