Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESCRAVIDÃO

BBB22: Natália ganha respaldo de Sérgio Camargo após minimizar racismo

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO E FUNDAÇÃO DOS PALMARES

Montagem de Natália Deodato, do BBB 22, com o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo

Natália Deodato do BBB 22 (Globo) ao lado do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 18/1/2022 - 19h25

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, afirmou nesta terça-feira (18) que Natália Deodato, do BBB22, deveria se orgulhar de ser comparada a ele. Ao falar sobre a escravidão no programa da Globo, a modelo mineira disse que as pessoas negras foram escravizadas por serem eficientes e fortes: "Por que a gente veio como escravo? Porque a gente era bom no que fazia".

A repercussão da declaração de Natália gerou várias críticas, passando por internautas, apresentadores de TV e até historiadores. Mas a participante também recebeu apoio, em menor escala, de pessoas como Camargo, que tem o hábito de dar declarações polêmicas e repletas de desinformação.

"Poucos negros podem ser comparados a mim. Sou o negro que mais denuncia as falácias, canalhices e mentiras da esquerda racialista no Brasil. O negro que for comparado a mim deve se orgulhar. É um atestado de liberdade!", escreveu Camargo em seu perfil no Twitter.

O debate da questão racial surgiu durante conversa de Natália Deodato com outros confinados do reality da Globo. Entre eles estavam Tiago Abravanel, Pedro Scooby, Vyni e Luciano. "Eu sou preta, realmente tem a história que a gente veio como escravo. Por quê? Porque a gente era forte. Por que a gente veio como escravo? Porque a gente era bom no que a gente fazia. Se colocasse uma outra pessoa para fazer aquilo [trabalho escravo], não conseguiria", afirmou a modelo.

Internautas reagiram à fala da sister e pediram uma ajuda de Lumena Aleluia (BBB21) para ressignificar o que é racismo para Natália. "A essa altura, a Lumena já estaria ressignificando essa Natália ai lindamente", escreveu uma usuária do Twitter. "Que falta faz a Lumena para colocar a Natália no lugar dela", comenta outro usuário.

Antes mesmo de o programa começar, Natália já havia levantado a antipatia do público por seguir Jair Bolsonaro nas redes sociais --seus administradores rapidamente deram unfollow no presidente.

Internautas também resgataram uma publicação da mineira do Dia da Consciência Negra na qual ela fez um discurso parecido com o de Regina Duarte, ex-ministra de Bolsonaro, ao defender que o nome do feriado memorial fosse trocado para "dia da consciência humana".


Últimas de BBB22

Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.