Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

PANDEMIA

Surto de Covid-19 no time do Goiás faz Globo alterar sua programação às pressas

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Gustavo Villani com camisa azul e braços abertos no cenário de um estúdio da Globo

Gustavo Villani comunica os telespectadores da Globo sobre o adiamento de Goiás X São Paulo

ANDRÉ ZULIANI e GABRIEL PERLINE

Publicado em 9/8/2020 - 16h19
Atualizado em 9/8/2020 - 16h43

A Globo precisou alterar às pressas a sua programação após o Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) determinar o adiamento da partida Goiás X São Paulo. Dez jogadores do time goiano testaram positivo para o novo coronavírus na manhã deste domingo (9). No lugar, a emissora colocou no ar o duelo entre Flamengo e Atlético-MG.

A partida, narrada por Luís Roberto, já estava na programação da Globo e seria exibida para todo o país, exceto Goiás e São Paulo, que teria o espaço preenchido pelo duelo cancelado às 16h05.

O Goiás solicitou o adiamento da partida contra o São Paulo deste domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2020, após vários atletas da equipe testarem positivo para Covid-19. Em nota oficial, a equipe goiana disse já ter enviado o pedido à CBF e aguardava uma posição da entidade.

"Diante desse fato, a gente preferiu agir com coerência. Pedimos para que o jogo fosse adiado, entramos com uma liminar no STJD com essas alegações. Porque desportivamente ia ser uma coisa totalmente descabida. Nós teríamos apenas 13 jogadores em campo, 11 como titulares, dois no banco de reserva, sem um goleiro. E infelizmente, dessa forma, a melhor atitude, nós tivemos que pedir essa liminar, com o intuito de que a gente possa reaver essa partida, que infelizmente ia ser uma festa bonita", disse Marcelo Almeida, presidente do Goiás, à Globo.

Marcelo Almeida, presidente do Goiás, em entrevista à Globo. Ele anunciou o adiamento da partida

"Tudo programado, o circo todo armado. Mas por questões de segurança e de saúde também. Como estes dez atletas estavam concentrados, a gente não sabe se aqueles outros, mesmo com os resultados negativos, quem sabe podem estar também contaminados. Diante disso prevaleceu a coerência, o bom senso. Acho que o STJD agiu de forma correta e deu o adiamento dessa partida", completou.

Gustavo Villani, escalado para a partida, lamentou o fato e também as mortes em decorrência do novo coronavírus. "A Covid-19 assola o planeta e asfixia diretamente e indiretamente nós, brasileiros. Inclusive o nosso respeito às mais de 100 mil vítimas fatais da doença", disse o narrador.

Leia a nota publicada pela CBF em seu site sobre o adiamento da partida:

"O presidente do STJD do Futebol, Otávio Noronha, deferiu na tarde deste domingo, dia 9 de agosto, o pedido do Goiás para adiamento da partida contra o São Paulo pela estreia da Série A do Campeonato Brasileiro. A Medida Inominada com liminar foi solicitada após o Goiás ter ciência do resultado positivo para Covid-19 de dez atletas do clube.

Confira abaixo a comunicação enviada aos clubes e CBF:

'De ordem do Dr. Auditor Presidente, Otávio Noronha, deste Superior Tribunal de Justiça, referente a Medida Inominada sob nº 096/2020 tendo como Requente Goiás E.C. e Requerido, Confederação Brasileiro de Futebol , informo que através de despacho, foi deferida a liminar requerida pelo Goiás E.C., sendo adiada a partida agendada para esta data, dia 09 de agosto entre as equipes do Goiás E.C. x São Paulo F.C., na cidade de Goiânia/GO , no Estádio Hailé Pinheiro.

Informo outrossim, que o despacho será encaminhado posteriormente na integra'."

Entenda o caso

De acordo com o comunicado emitido pelo Goiás, dos 26 testes aplicados pela CBF na última sexta-feira (7), dez atletas estavam contaminados pelo vírus, sendo oito da equipe titular. A nota ainda informa que os jogadores contaminados estavam concentrados com os outros integrantes da comissão técnica, sendo que o clube abriga dois jogadores por quarto.

O Goiás alega que vem aplicando testes para o coronavírus semanalmente em seu estafe. Somando jogadores, comissão técnica e funcionários do Centro de Treinamento, cerca de 70 testes são feitos regularmente.

A equipe lamentou a situação e exigiu que o protolo de segurança e saúde seja seguido à risca: todos os que tiveram contato com os contaminados devem estar em isolamento e observação.

Em contato com o Notícias da TV, a CBF, através de sua assessoria de imprensa, comunicou que o caso estava em análise. A resposta foi dada somente após o horário de início previsto para a partida. Gustavo Villani, que faria a narração da partida, comunicou ao vivo na Globo a decisão da entidade em adiar o jogo.

Leia abaixo a nota do Goiás na íntegra:

O Goiás Esporte Clube vem a público informar que, devido a quantidade de resultados positivos do Covid-19 nos exames apresentados pela CBF, está tentando junto a entidade o adiamento da partida deste domingo contra o São Paulo.

O clube vem fazendo testes para coronavírus semanalmente, do tipo RT-PCR, o mais confiável. Além de jogadores, são feitos exames em membros da comissão técnica, estafe que trabalha no Centro de Treinamento e em jogos no estádio do time. Eram cerca de 70 testes feitos no Goiás Esporte Clube por semana.

Antes do jogo contra o São Paulo, foi feita uma nova rodada de exames. Só que, ao contrário das vezes anteriores, desta vez a coleta foi realizada por um laboratório escolhido pela CBF. Os exames feitos na última quinta-feira foram invalidados pela CBF. A alegação é de que as amostras foram acondicionadas de maneira inapropriada. A CBF então pediu uma nova coleta ao laboratório, e os exames foram realizados na sexta-feira.

 A apresentação dos resultados deveria ter sido feita no mínimo com 24h de antecedência da partida, prazo este que não foi cumprido. Os resultados só ficaram disponíveis para o Goiás Esporte Clube na manhã deste domingo, dia do jogo. De 26 testes realizados pela CBF, 10 contaminados, sendo 8 jogadores da equipe titular. Para agravar mais a situação, os contaminados estavam concentrados, dormindo dois atletas por quarto.

 O clube acredita que se for para seguir um protocolo de segurança de saúde e prevenção ao Covid-19, todos deveriam estar em isolamento e observação pelo contato recente com pessoas contaminadas. O clube lamenta a situação e já realizou, por conta própria, uma nova bateria de exames nos contaminados. Resta agora aguardar se o pedido de adiamento do jogo será acatado ou não pela CBF.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?