Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Crise

SBT vai gravar jornal da madrugada para economizar R$ 1 milhão

Divulgação/SBT

Hermano Henning e Karyn Bravo no cenário do Jornal do SBT, que passará a ser gravado por economia - Divulgação/SBT

Hermano Henning e Karyn Bravo no cenário do Jornal do SBT, que passará a ser gravado por economia

DANIEL CASTRO

Publicado em 7/7/2015 - 6h19

O SBT passará a gravar a partir da próxima segunda-feira (13) o telejornal que exibe por volta da 1h30 da madrugada e reprisa outras três vezes entre 4h e 7h. Apresentado por Hermano Henning e Karyn Bravo, o Jornal do SBT terá sua gravação encerrada por volta da meia-noite, pelo menos uma hora e meia antes de ir ao ar. Assim, a emissora gastará menos com horas extras e adicional noturno. Prevê-se uma economia de R$ 1 milhão por ano e a manutenção de algumas dezenas de empregos.

Com a mudança, o SBT Brasil, às 19h45, será o único telejornal ao vivo da emissora, que recentemente extinguiu dois telejornais _um inédito da madrugada e o matinal Notícias da Manhã. Há duas semanas, o diretor de jornalismo, Marcelo Parada, chegou a confirmar a dispensa da apresentadora Neila Medeiros, mas teve que voltar atrás por ordens de Silvio Santos. Dois dos profissionais do comando do jornalismo foram demitidos.

Executivos do SBT acreditam que o fato de o Jornal do SBT ser gravado não fará a emissora passar vexame caso algum fato muito importante aconteça entre a gravação e a exibição. Dizem que sempre haverá jornalistas de plantão, que poderão atualizar o telejornal. E, na edição, das 6h, há entradas ao vivo com a jornalista Patrícia Rocha. Essa edição, mesmo com material "frio", tem derrotado a primeira hora do Balanço Geral Manhã, de Luiz Bacci, na Record.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.