Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ACORDO FECHADO

SBT acerta compra da Libertadores e vence a Globo em guerra por transmissão

ALEXANDRE VIDAL/FLAMENGO

O flamenguista Gabigol olha para a câmera e beija o troféu da Libertadores 2019

O flamenguista Gabigol com o troféu da Libertadores 2019; SBT vai mostrar a competição na TV aberta

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 10/9/2020 - 12h07
Atualizado em 10/9/2020 - 13h33

O SBT acertou a compra dos direitos de transmissão da Libertadores de 2020 até 2022. A emissora de Silvio Santos fechou o contrato com a Conmebol, entidade que organiza a mais importante competição sul-americana de clubes, e fez o anúncio oficial no início da tarde desta quinta-feira (10). Essa é uma vitória contra a Globo, que negociava para retomar os direitos dos quais abriu mão em agosto.

Após a líder de audiência romper o contrato de transmissão da Copa Libertadores da América com a Conmebol no mês passado, a entidade começou a procurar outras emissoras dispostas a exibirem a competição de clubes.

As negociações com o SBT avançaram porque a proposta foi melhor do que as apresentadas por Band e RedeTV!. Uma outra vantagem da emissora de Silvio Santos é que as patrocinadoras oficiais da Libertadores vão ter mais espaço de exposição, ao contrário do que acontecia na Globo, que priorizava as empresas do seu pacote comercial.

O acordo com o SBT inclui os dois jogos de quarta-feira por semana aos quais a líder de audiência tinha direito. A competição, que ainda está na terceira rodada da fase de grupos, conta com sete equipes brasileiras: Athletico-PR, Santos, Internacional, Palmeiras, Grêmio, São Paulo e o atual campeão, Flamengo.

"Temos o prazer de apresentar o SBT como novo detentor dos direitos televisivos da Conmebol Libertadores para o Brasil. Esta aliança nos permitirá levar a emoção da glória eterna a mais torcedores no território brasileiro", disse Juan Emilio Roa, diretor comercial da Conmebol, em comunicado enviado pelo SBT.

A exibição dos confrontos começa na próxima quarta-feira (16), quando o campeonato será retomado depois de uma paralisação de seis meses por conta da pandemia. A emissora fará a transmissão de seus dois primeiros jogos: Universidade Católica x Grêmio e Bolivar x Palmeiras, a definir ainda para quais praças cada um será exibido.

"É muito bom poder anunciar esta parceria. Sabemos que o futebol é o esporte mais popular no Brasil e, como somos também uma emissora popular, nada melhor do que podermos voltar às transmissões nacionais com um torneio como a Conmebol Libertadores. Esperamos corresponder às expectativas dos fãs do futebol, do mercado publicitário e de todos aqueles que torcem pelo SBT", explicou José Roberto dos Santos Maciel, CEO do SBT.

A Globo tinha um contrato de US$ 60 milhões (R$ 317,11 milhões) por ano com a Conmebol e, ao tentar renegociar a renovação durante a quarentena e a pausa forçada da competição, não chegou a um consenso. No início de agosto, a emissora ativou uma cláusula e anunciou que iria rescindir o vínculo.

A entidade não gostou da decisão unilateral da Globo, que, após romper o acordo, fez uma proposta por valores mais baixos. A atitude foi interpretada como um blefe pelos cartolas sul-americanos, que passaram a procurar outras emissoras.

Segundo o UOL Esporte, após vir à tona que o SBT estava próximo de fechar a compra da Libertadores, a Globo ainda tentou fazer um novo negócio com a Conmebol, mas não teve sucesso. A entidade viu como positiva a entrada de uma nova emissora na aquisição dos direitos de transmissão.

A informação sobre a assinatura do contrato do SBT foi publicada em primeira mão pelo colunista Flavio Ricco, do R7. O Notícias da TV confirmou com fontes que o anúncio sairia ainda nesta quinta (10). Os valores do vínculo da Conmebol com a emissora de Silvio Santos seguem sob sigilo.

Nota oficial do SBT sobre a Libertadores

Leia abaixo a nota oficial que o SBT emitiu sobre a transmissão da Libertadores:

"A Conmebol chegou a um acordo com uma das redes de TV aberta mais importantes do Brasil, o SBT - Sistema Brasileiro de Televisão para a cessão de direitos de transmissão para as temporadas de 2020 a 2022. A venda destes direitos foi realizada depois que o Grupo Globo rescindiu o contrato de direitos, cuja vigência ia até 2022.

"Temos o prazer de apresentar o SBT como novo detentor dos direitos televisivos da Conmebol Libertadores para o Brasil. Esta aliança nos permitirá levar a emoção da glória eterna a mais torcedores no território brasileiro", expressou Juan Emilio Roa, diretor comercial da Conmebol.

"É muito bom poder anunciar esta parceria. Sabemos que o futebol é o esporte mais popular no Brasil e, como somos também uma emissora popular, nada melhor do que podermos voltar às transmissões nacionais com um torneio como a Conmebol Libertadores. Esperamos corresponder às expectativas dos fãs do futebol, do mercado publicitário e de todos aqueles que torcem pelo SBT", diz José Roberto dos Santos Maciel - CEO do SBT.

O acordo com o SBT, para a plena satisfação de ambas as partes, garante mediante TV aberta, o acesso da enorme torcida esportiva brasileira aos jogos do torneio de clubes mais importante do continente.

O cronograma da rodada 3 da Fase de Grupos da Libertadores começa na próxima semana, e no dia 16 de setembro o SBT fará a transmissão dos dois primeiros jogos entre Universidade Católica versus Grêmio e Bolivar versus Palmeiras."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você acha das demissões de veteranos da Globo?