Esquenta

Rejeitado em SP, programa de Regina Casé corre risco em 2016

João Januário/TV Globo

Regina Casé e a rapper Karol Conka no Esquenta do último dia 24, que teve Sophia Abrahão - João Januário/TV Globo

Regina Casé e a rapper Karol Conka no Esquenta do último dia 24, que teve Sophia Abrahão

DANIEL CASTRO - Publicado em 02/06/2015, às 06h19

Apresentado por Regina Casé, o dominical Esquenta corre o risco de sair do ar em 2016. Culpa dos paulistas. O programa é um sucesso no Rio de Janeiro. Marcou 17 pontos no último domingo (31), foi líder absoluto e monopolizou 35% dos televisores ligados. Mas tem sérios problemas em São Paulo. Anteontem, registrou 9,9 pontos no maior mercado do país. Perdeu por três décimos para o Domingo Legal, do SBT, com 10,2. Derrotas na capital paulista têm sido frequentes. Foram duas em maio, e a Globo não costuma tolerá-las.

Uma equipe de criação da emissora quebra a cabeça atualmente tentando encontrar soluções para tornar o Esquenta menos carioca e mais paulista sem desfigurá-lo. Procuram-se atrações que emplaquem em São Paulo. Enquanto elas não aparecem, sambistas e pagodeiros têm dividido espaço com músicos que supostamente têm apelo entre o público paulista, como o rapper gay Rico Dalasam, Amado Batista, Roberta Miranda...

Atores idolatrados por adolescentes também entraram no rodízio de Regina Casé. Há dois domingos, a convidada de honra foi Sophia Abrahão. Funcionou. Anteontem, foi a vez do paulistaníssimo Caio Castro. No palco, o músico Marcelo Jeneci, nascido na zona leste de São Paulo. Não funcionou _até porque eles cantaram... sambas.

Nos bastidores da Globo, o futuro do Esquenta em 2016 é dúvida apesar do sucesso no Rio e em várias outras capitais. Uma ala da emissora defende que o programa dê lugar ao The Voice Kids no primeiro trimestre e que volte reformulado em abril, em esquema de temporada, perdendo o status de programa fixo.

Oficialmente, a Globo nega descontentamento com o Esquenta. "O programa fala com todo o Brasil, trazendo cultura e diversidade de todo o país. No PNT [Painel Nacional de Televisão, o Ibope nacional], registra 12 pontos, uma audiência 71% maior do que a segunda colocada. O programa vai mesmo muito bem no Rio de Janeiro, o que não significa que nos outros Estados não esteja bem", diz a emissora em nota.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook