Levantamento exclusivo

Autor erra ao culpar paulistas por fiasco: Brasil todo rejeita Babilônia

George Maragaia/TV Globo

Gilberto Braga no lançamento de Babilônia; número do Ibope desmentem tese do autor sofre fiasco da novela - George Maragaia/TV Globo

Gilberto Braga no lançamento de Babilônia; número do Ibope desmentem tese do autor sofre fiasco da novela

DANIEL CASTRO - Publicado em 02/06/2015, às 12h47 - Atualizado às 14h46

O autor Gilberto Braga errou feio ao culpar os paulistas pelo fracasso de Babilônia. Diferentemente do que disse ao jornal O Globo, em entrevista publicada no último domingo (31), a novela das nove não é um fiasco somente em São Paulo. Vai mal em todo o país _em algumas capitais, como Manaus, tem desempenho bem pior do que em São Paulo. Também não é verdade que, após as mudanças realizadas em abril, a novela tenha decolado em alguma região.

Dados do Ibope obtidos com exclusividade pelo Notícias da TV mostram que Babilônia tem em São Paulo praticamente a mesma audiência do Brasil. Até o último sábado, a média da novela era de 25,4 pontos na Grande São Paulo. No PNT (Painel Nacional de Televisão), que congrega dados de 15 regiões metropolitanas, era de 26 pontos. Império, na reta final, cravava 40,8 pontos no PNT e 39,7 em SP.

Na entrevista a O Globo, Braga admitiu que Babilônia teve uma estreia "calamitosa". "No Nordeste e em Goiás, por exemplo, [a novela] deu 12 pontos. Aí, fizemos as correções [na trama] em deu certo no Brasil inteiro. Em Santa Catarina, passamos dos 12 para 42", afirmou ao repórter Zean Bravo. "Mas, depois das mudanças, a audiência não subiu em São Paulo. Até agora, eu sofro a humihação pública diária de perder para a novela das 19h, I Love Paraisópolis".

Braga exagerou nos números. Primeiro, porque a audiência em São Paulo não alterou muito desde a estreia. Em março, a média de Babilônia foi de 26,5 pontos. Esse índice caiu para 24,8 em abril e teve leve recuperação em maio, fechando o mês com 25,5.

Em Florianópolis e Porto Alegre, como ocorre com todas as novelas da Globo, a audiência de Babilônia é maior. Na capital de Santa Catarina, onde tem a melhor média nacional, registra 34,1 pontos na média desde o primeiro capítulo (e não 42, como disse ao jornal). Babilônia não decolou em Florianópolis após as mudanças que deixaram a trama mais conservadora. Em março, a novela tinha 36,6 pontos na cidade (e não 12). Em maio, caiu para 32,1.

Veja a seguir a audiência de Babilônia nas 15 regiões metropolitanas medidas pelo Ibope (média do primeiro capítulo até o último sábado):

PNT (Painel Nacional de Televisão): 26,0 pontos;

São Paulo: 25,4;

Rio de Janeiro: 28,7;

Campinas: 21,9;

Belo Horizonte: 20,3;

Vitória: 22,1;

Porto Alegre: 31,2;

Florianópolis: 34,1;

Curitiba: 28,6;

Salvador: 28,5;

Fortaleza: 26,6;

Recife: 21,8;

Belém: 27,8;

Manaus: 18,4;

Goiânia: 19,5;

Brasília: 26,9.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual próxima reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook