I Love Paraisópolis

Mari se decepciona com os homens e desabafa: 'Pena que não sou gay'

Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine (Mari) em cena de I Love Paraisópolis; mocinha ficará decepcionada com os homens - Reprodução/TV Globo

Bruna Marquezine (Mari) em cena de I Love Paraisópolis; mocinha ficará decepcionada com os homens

ODARA GALLO - Publicado em 02/06/2015, às 05h59

A descoberta do pai biológico vai mexer com a cabeça de Mari (Bruna Marquezine) em I Love Paraisópolis, novela das sete da Globo. E saber que Benjamin (Maurício Destri) escondeu a novidade dela será uma desilusão ainda maior. Decepcionada com os homens que a cercam, a garota fará um desabafo em conversa com a mãe. “Homem é tudo igual! Quer saber? Pena que eu não sou gay. A vida ia ser muito mais fácil!”, dirá ela, no capítulo do dia 10.

Mari vai terminar o namoro com Benjamin ao descobrir que ele não revelou a ela a identidade do seu verdadeiro pai, Tomás (Dalton Vigh). Decepcionada, a garota chegará em casa e encontrará sua mãe de criação, Eva (Soraya Ravenle), preocupada.

“Você ficou anos da sua vida sem saber quem era o seu pai de verdade e, agora que ele aparece, você não tem nenhuma reação? Isso não é natural!”, dirá a costureira. “Eu tive uma reação, sim senhora. Eu procurei aquele desgraçado e disse pra ele sumir da minha vida! Da nossa vida!”, contará. “Joguei na cara dele tudo que eu pensava. Tudo que eu penso. Eu não sou a filha daquele homem!”, completará Mari, caindo no choro.

Na cena seguinte, Mari aparecerá mais calma e contará detalhes de seu breve relacionamento com Benjamin. Eva ficará chocada ao descobrir que ele estava noivo. A costureira a acusará de ter acabado com o futuro do arquiteto ao lado de Margot (Maria Casadevall). “Ninguém merece uma mulher daquela! Vive de nariz empinado, como se o mundo todo cheirasse mal, e só ela usasse perfume francês”, explicará a garota. “Mari, o que você tá me dizendo? Você estragou o casamento do rapaz?”, perguntará a mãe.

Pressionada, Mari dará uma resposta explosiva antes de se mandar furiosa para o quarto. “O meu pai também estava noivo da minha mãe. E se mandou. Deixou ela morrer no hospital. Homem é tudo igual! Quer saber? Pena que eu não sou gay! A vida ia ser muito mais fácil!”, disparará.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve reprisar depois de Novo Mundo?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook