CANTA COMIGO

Record demite cover de Elvis por mau comportamento no reality show de Gugu

REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Márcio Aguiar (à esq.) foi substituído por Renato Carlini (à dir.); ambos fazem cover de Elvis Presley - REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Márcio Aguiar (à esq.) foi substituído por Renato Carlini (à dir.); ambos fazem cover de Elvis Presley

GABRIEL PERLINE - Publicado em 16/07/2018, às 06h06

A Record precisou promover uma mudança pontual no casting dos jurados do reality show Canta Comigo, novo programa de Gugu Liberato, antes de concluir as gravações: demitiu Márcio Aguiar, conhecido como Elvis da Paulista, por mau comportamento. Ele participou dos seis primeiros episódios e foi substituído por Renato Carlini, outro cover de Elvis Presley (1935-1977).

Fontes do Notícias da TV relataram que Aguiar era muito agitado, queria chamar a atenção para si o tempo todo, gritava com frequência, foi grosseiro com outros jurados e ainda utilizava o celular no meio das gravações. 

"Teve uma armação contra mim. Colocaram pessoas para brigar comigo no reality sem eu saber", defende-se o Elvis da Paulista, que se apresenta, em busca de gorjetas, em frente ao Conjunto Nacional. "Está dando o maior ibope para mim. Estão me chamando de 'Elvis Indomável'. Mas eu nunca quis fama de 'causão'. Lá dentro tem gente querendo só causar."

Aguiar não se deu bem com muitos dos colegas do reality. Algumas juradas que estavam ao seu lado se incomodaram diversas vezes com seu jeito expansivo. Ele, no entanto, diz ter sido vítima de um complô entre um diretor do programa e alguns jurados, aos quais prefere não citar nomes, e que recebeu broncas injustas durante sua participação.

"Fui urinar e o cara me xingou igual feitor de escravo. Falou assim: 'Fica no seu lugar, Elvis! Por que você saiu?'. Eu respirei e gritei mais alto que ele: "Tenho o maior carinho pela Record. E eu sempre respeitei muito a Record, mas você não está me respeitando'", relata.

Após a gravação do sexto episódio, o último da fase de classificação, Elvis da Paulista foi abordado por duas produtoras na saída do estúdio, que lhe comunicaram seu desligamento do reality.

"Não saí por falta de técnica, dei tudo de mim. Gravei bonitinho, tirei minha roupa e estava indo embora. Fui pegar um táxi, não encontrava. Aí nisso chegou uma moça e falou: 'Elvis, a gente queria falar pra você que a direção...'. Cortei na hora: 'Já sei, não preciso vir amanhã'. Agradeci e fui embora", comenta. "Daria o dobro para eu sair daquilo. Não vou falar detalhes do que rolou porque seria antiético."

No domingo (8), a produção do reality procurou Renato Carlini, que trabalha como cover de Elvis Presley há 20 anos, e o convidou para substituir Aguiar. Ele participou dos dois episódios da semifinal e retornará para a final, que será exibida ao vivo.

"O que me foi falado é que estava insustentável manterem o rapaz [Márcio Aguiar] que se denomina cover do Elvis, mas que usa uma fantasia com lantejoula e imita o Ronaldo Ésper na hora de dar as respostas. É um desrespeito aos covers do Elvis chamar esse cara de cover", alfineta o concorrente Carlini.

Procurada, a Record não quis comentar a substituição dos jurados do reality.

Sob o comando de Gugu Liberato, o Canta Comigo conta com um júri gigantesco, composto por cem pessoas, que avaliará os aspirantes a cantores que disputam o prêmio de R$ 300 mil. A estreia está marcada para esta quarta (18).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual sua novela preferida atualmente?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook