Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Estreia hoje

Reality show Papo de Polícia desvenda a vida de 'xerife' surfista

Fotos Carlos Fofinho/Multishow

O policial Fábio Bopp é o protagonista da sexta temporada de Papo de Polícia, do Multishow - Fotos Carlos Fofinho/Multishow

O policial Fábio Bopp é o protagonista da sexta temporada de Papo de Polícia, do Multishow

MÁRCIA PEREIRA

Publicado em 18/7/2016 - 5h15

O chefe de um grupo de elite da Polícia Civil de São Paulo é o protagonista da sexta temporada de Papo de Polícia, do Multishow. O reality desvenda a vida de Fábio Bopp, surfista que virou o "xerife" da praia de Maresias, no litoral norte paulista. Amigo do campeão de surfe Gabriel Medina, ele mostrará seu dia a dia, como foi parar na corporação e a vida sobre as ondas. "Ele é o cara que bota respeito em Maresias. Igual a gente vê nos filmes. É o xerife que é temido e mantém a cidade em ordem", conta Medina.

O programa está de volta ao Multishow nesta semana. A partir de hoje (18), às 23h45, sete episódios curtinhos, com cerca de 15 minutos, vão apresentar quem é o homem que está por trás das principais negociações de sequestros nos últimos anos na capital paulista. Ele também participou diretamente da segurança das últimas três visitas de papas ao país.

"Tenho 28 anos de polícia e sempre trabalhei em grupos especiais. Antes da existência do GER [Grupamento Especial de Reação], eu trabalhava no Garra [Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assalto]. Tenho um grupo muito forte e estamos preparado para qualquer tipo de situação. A gente treina muito, todo treinamento é baseado em ocorrências que a gente participou para minimizar o erro ou para melhorar o que já foi feito", diz Bopp.

Além de mostrar os bastidores de seu trabalho na polícia, ele abre sua casa e a relação familiar com sua mulher e os três filhos. O policial conta que um vizinho delegado foi sua inspiração para entrar na Polícia Civil. "Eu via metralhadora desde cedo na minha casa. Aquela irmandade que a polícia tinha, era uma parada diferenciada, que acabou sendo referência na minha vida", conta Bopp.

Gabriel Medina dá seu depoimento sobre a amizade que tem com o "xerife" de Maresias

Ele revela que, quando entrou para a corporação, seu pai tinha certeza de que a jornada não passaria de um ano. Surfista, apaixonado pelo mar, toda a sua família achava que ele largaria a polícia para ir embora para o Havaí (EUA).  

O reality vai ao ar de segunda a domingo, sempre às 23h45. No último episódio, é explorada a vida de Bopp no litoral e seu hobby: o surfe. Ele é muito conhecido em Maresias (São Sebastião). A praia é seu refúgio. Mesmo assim, ele virou o  "xerife" do local. Gabriel Medina, o primeiro surfista brasileiro campeão do mundo, nascido e criado em Maresias, participa do programa falando de sua amizade com o policial. "Lá não acontece nada de errado graças a ele", comenta Medina.

Papo de Polícia é uma produção da AfroReggae Audiovisual. A proposta do programa é mostrar o "peso da farda", mesclando a dura realidade de policiais com suas vidas particulares. Nas temporadas anteriores, já foi retratado o tráfico de drogas na fronteira do Brasil com o Paraguai e uma mulher que entrou para o Bope (Batalhão de Operações Especiais) do Rio de Janeiro após a morte da mãe, entre outras histórias.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Por que o ex abriu mão da herança de R$ 500 milhões de Marília Mendonça?BBB 22: Pegação, ameaça de desistência e queridômetro sacodem edição paz e amorBBB 22: Luciano sabota sonho da fama e se frustra com número de seguidoresFinal de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas