FIM DA LINHA

Programa de Sabrina Sato vai sair do ar; apresentadora deve virar 'Mion de saias'

REPRODUÇÃO/RECORD

Sabrina Sato em trecho de seu programa de sábado (27): atração deve deixar de existir em 2019 - REPRODUÇÃO/RECORD

Sabrina Sato em trecho de seu programa de sábado (27): atração deve deixar de existir em 2019

GABRIEL SOUZA e DANIEL CASTRO - Publicado em 31/10/2018, às 16h54 - Atualizado em 01/11/2018, às 04h00

O Programa da Sabrina vai sair do ar em 9 de março de 2019. Essa é a última exibição prevista para a atração que estreou em 26 de abril de 2014, teve bom desempenho comercial, mas vinha patinando no Ibope. A apresentadora, contudo, não ficará fora do ar durante muito tempo. A Record deverá entregar a ela um programa de namoro.

O show de auditório dos sábados será substituído pela sessão de filmes Super Tela a partir de 16 de março. A informação já aparece no site do departamento Comercial da Record.

A emissora, no entanto, não confirma o fim do Programa da Sabrina. Executivos consultados pelo Notícias da TV afirmam que o martelo ainda não foi batido, mas, reservadamente, dizem que a atração atual sai do ar e não volta mais. E que Sabrina Sato deverá se tornar "uma Mion de saias", apresentando games e realities.

Já na reta final de gravidez, Sabrina gravou em estúdio até a última segunda-feira (26). Continua captando material em externas. Vai sair de licença-maternidade com material suficiente para ser veiculado até março. Ela deve voltar a trabalhar antes disso, no final de fevereiro, mas no novo formato.

Apesar da audiência em baixa, quase sempre em terceiro lugar no Ibope (neste ano, só foi vice no dia em que anunciou a gravidez), Sabrina Sato segue prestigiada na Record, porque tem boa aceitação no mercado publicitário. Por isso, é muito provável que ela retorne ao ar com um programa permanente, não em temporadas.

Fim dos programas de auditório
Se confirmado o fim do Programa da Sabrina, a Record terá um único programa de auditório. O único sobrevivente do gênero será o Hora do Faro, veiculado nas tardes de domingo.

O primeiro a ser extinto foi o Xuxa Meneghel, em dezembro de 2016. O programa nunca conseguiu ser competitivo e era freguês do Máquina da Fama, apresentado por Patricia Abravanel, no SBT. A apresentadora foi deslocada para o Dancing Brasil, que segue no ar até hoje, e a partir de 2019 também terá um programa de calouros.

Em novembro do ano passado, a emissora extinguiu o Legendários. A audiência do programa desabou com sua transferência para as noites de sexta-feira, meses antes. Marcos Mion passou a ser apresentador de realities de confinamento. Comandou A Casa e está no ar atualmente na décima temporada de A Fazenda.

Já em fevereiro deste ano, foi a vez do facão atingir o Domingo Show, de Geraldo Luís. Quase metade da produção do dominical foi demitida, o auditório foi eliminado e a atração perdeu duas horas de duração. Passou a ser apenas um compilado das externas do apresentador, unidas por merchandisings gravados no cenário do São Paulo no Ar.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual foi o melhor reality da TV neste ano?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook