Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'INCERTEZA DA PANDEMIA'

Por coronavírus, Globo reavalia contratos com confederações esportivas

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Mulher nadando de costas em reportagem exibida pela Globo em 1º de janeiro de 2020

Nadadora em reportagem exibida pela Globo: a emissora suspendeu o contrato de parceria com a CBDA

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 6/5/2020 - 13h26

Três dias depois de ser alvo de uma reclamação da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), a Globo confirmou a suspensão do contrato de parceria que tinha com a confederação e que os pagamentos não serão feitos a partir deste mês. Em nota enviada ao Notícias da TV, a emissora informou que também vai reavaliar todos os seus contratos com entidades esportivas.

O motivo para a mudança é a "incerteza quanto aos impactos da pandemia na plena ou efetiva continuidade dos eventos". Estarão na mira, "em especial, as entidades esportivas cujas competições ainda não têm data para voltar a acontecer".

Em crise financeira, a CBDA não gostou de ter sido avisada em cima da hora sobre o fim do pagamento e tentou argumentar que os salários dos funcionários dependiam da verba da Globo. Em março, a confederação recebeu R$ 264 mil pela parceria.

"O aviso da suspensão do pagamento na véspera da data prevista em contrato afetou diretamente o fluxo de caixa da CBDA previsto para o fim de abril. Em razão das famílias dos funcionários dependerem desta verba, que possui caráter alimentar, estamos seguros de que, pelo menos este mês, será honrado pelo Grupo Globo", reclamou a CBDA, em nota.

A Globo mantinha a parceria como uma forma de apoio ao esporte e para transmitir os eventos de natação organizados pela CBDA. Sem competições e com as receitas esportivas em queda, a emissora optou pela suspensão do acordo.

Marcelo Jucá, diretor jurídico da entidade esportiva, avisou que vai à Justiça para receber o valor referente ao mês de abril. "Estamos trabalhando arduamente em medida judicial para compelir o Grupo Globo a retomar o pagamento do contrato de direitos de transmissão. A forma que ocorreu foi leviana, levando em consideração que a informação veio na véspera do pagamento", disse, em vídeo publicado nas redes sociais na terça (5).

De acordo a coluna Olhar Olímpico, do UOL, o contrato para a exibição de eventos já não vinha sendo utilizado desde 2018. Existia uma expectativa que a Globo transmitisse a seletiva olímpica para a natação neste ano, mas o torneio foi cancelado após o adiamento dos Jogos Olímpicos para 2021.

Leia abaixo o posicionamento da Globo, enviado nesta quarta, sobre a suspensão do contrato:

"Com os adiamentos e cancelamentos de competições esportivas causados pela pandemia de coronavírus, a Globo, assim como diversas outras empresas em todo o mundo, precisou reavaliar o pagamento de futuros vencimentos de todos os seus contratos, em especial com entidades esportivas cujas competições ainda não têm data para voltar a acontecer."

"Assim, informamos à CBDA que, infelizmente, suspendemos os pagamentos das parcelas do termo de parceria enquanto perdurar a incerteza quanto aos impactos da pandemia na plena ou efetiva continuidade dos eventos."

"Cada caso está sendo tratado segundo suas especificidades. Tendo em vista nossa histórica relação de respeito e apoio ao esporte brasileiro, avaliaremos o melhor caminho para todos quando os calendários forem novamente definidos."

Confira abaixo a nota da CBDA, divulgada no domingo (3):

"A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos recebeu, na última quarta-feira (29), um comunicado do Grupo Globo informando a suspensão dos pagamentos do contrato de Termos de Parceria entre a empresa de comunicação e a CBDA."

"Diante dos fatos e da reconhecida crise financeira enfrentada pela Confederação, o aviso da suspensão do pagamento na véspera da data prevista em contrato afetou diretamente o fluxo de caixa da CBDA previsto para o fim de abril."

"Por termos sido avisados na véspera da data de pagamento e em razão das famílias dos funcionários dependerem desta verba, que possui caráter alimentar, estamos seguros de que, pelo menos este mês, será honrado pelo Grupo Globo. Desde o aviso do Grupo Globo, a diretoria da CBDA está em tratativas para que a situação seja revertida e que as partes sigam a parceria das últimas décadas."

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?