NTV CONFERE

Paulo Henrique Amorim demitido? Clique aqui e saiba a verdade

REPRODUÇÃO/RECORD

Paulo Henrique Amorim em quadro exibido no último Domingo Espetacular; jornalista é alvo de boatos - REPRODUÇÃO/RECORD

Paulo Henrique Amorim em quadro exibido no último Domingo Espetacular; jornalista é alvo de boatos

REDAÇÃO - Publicado em 16/04/2019, às 11h42

Nos últimos dias, voltaram a ficar fortes os rumores de que o jornalista Paulo Henrique Amorim teria sido demitido da Record, por causa de seu posicionamento político à esquerda e por fazer críticas frequentes ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro. Não é verdade. Paulo Henrique Amorim tem contrato com a Record até 2021 e segue como principal apresentador do Domingo Espetacular.

Os boatos sobre a suposta demissão do jornalista são recorrentes. A nova onda é fundamentada em dois novos fatos: a nomeação do jornalista Eduardo Ribeiro para a bancada do Domingo Espetacular, que agora passa a ter cinco apresentadores. Ribeiro tem sido encarado como o substituto de Paulo Henrique --mas só quando este deixar a Record.

O outro fato são novas críticas feitas pelo jornalista ao ministro Sérgio Moro. No início do mês, o apresentador do Domingo Espetacular publicou em seu blog, Conversa Afiada, um texto em que classifica o titular da pasta de Justiça e Segurança Pública como um "analfabeto que comete erros primários". Em discursos, o políltico trocou palavras como "cônjuge" por "conge" e "sob" por "sobre".

A Record tem uma ótima relação com o governo Bolsonaro. Durante a campanha eleitoral, o dono da emissora, Edir Macedo, declarou apoio ao então candidato. Em agradecimento, o presidente concedeu duas entrevistas exclusivas para a emissora  desde que iniciou o seu mandato, em janeiro. Para a Globo, nenhuma.

Domingo Espetacular

Nos bastidores da Record, a promoção de Eduardo Ribeiro é vista como uma movimentação para um afastamento natural de Paulo Henrique Amorim. Quando vencer seu contrato, em 2021, o jornalista já estará perto dos 80 anos --ele completou 77 em fevereiro.

Se uma das partes optar por não renovar o contrato, o que é muito provável, o Domingo Espetacular não sofrerá muito impacto, uma vez que já terá nova "cara", a de Edu Ribeiro, sempre apontado como futuro apresentador do Jornal da Record.

O emprego de Amorim já esteve ameaçado outras vezes, mas resistiu. Suas opiniões políticas são o principal problema, geram pressões sobre os executivos da emissora. Mas o jornalista as expõe em território independente na internet, não na Record.

Além disso, ele goza de prestígio com a direção da emissora e com o público. Uma pesquisa no final de 2014 deu um banho gelado nos defensores da demissão de Amorim: ele foi apontado como a principal referência, a "cara" e a voz do Domingo Espetacular, que apresenta desde 2006. Ele está na Record desde 2003.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook