Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ESTREIA EM OUTUBRO

Para ser Fox News brasileira, Jovem Pan promete opinião contra CNN e GloboNews

REPRODUÇÃO/JOVEM PAN

José Maria Trindade com um terno marrom, em frente ao Palácio do Planalto, com o microfone da Jovem Pan nas mãos

José Maria Trindade, um dos rostos da TV Jovem Pan: novo canal de notícias estreia em outubro

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 17/9/2021 - 16h09

A Jovem Pan oficializou, em reunião com seus funcionários na última quinta-feira (16), como será seu canal de notícias na televisão, chamado de TV Jovem Pan. A ideia é apostar em muita opinião e ter uma linguagem inspirada na Fox News dos Estados Unidos na guerra contra CNN Brasil, BandNews e GloboNews. Por enquanto, o canal será pago, mas existe a vontade de entrar na TV aberta.

A data de estreia, segundo o jornalista Flávio Ricco, será no dia 17 de outubro. O Notícias da TV apurou que, neste dia, a Jovem Pan vai apresentar sua programação ao público com um programa de duas horas. A ideia é mostrar como uma das rádios mais ouvidas do país se transformou em televisão. No dia 18 de outubro, os trabalhos serão iniciados de fato.

Programas mais tradicionais de jornalismo da Jovem Pan, como Jornal da Manhã, 3 em 1 e Os Pingos nos Is, não vão sofrer alterações em seu formato e vão continuar indo ao ar na faixa em que são transmitidos. O Morning Show sofrerá uma mudança em seu horário, que ainda não está definida.

O maior ajuste será no Pânico. O programa comandado por Emílio Surita vai continuar no rádio e na internet na tradicional faixa das 12h. Mas, na TV, a exibição será às 23h. Isso foi pensado para concorrer com o projeto CNN Soft, que estreou recentemente, e com a faixa especial de entrevistas da GloboNews.

Alguns ajustes ainda serão feitos. Está em fase de concepção, por exemplo, um programa de economia com a comentarista Denise Campos de Toledo, que já teve passagens por SBT e RedeTV!. Um debate também será feito em Brasília. O programa é chamado de Poder com José Maria Trindade, um dos jornalistas que faz parte da bancada do Os Pingos nos Is.

Para o Poder, a equipe de Brasília da Jovem Pan foi reforçada para tentar furos sobre os bastidores do Planalto. A ideia é se aproximar ainda mais da cobertura política e conseguir exclusivas sobre o que acontece na capital federal. Conta a favor o fato de a Jovem Pan ter a simpatia do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O horário nobre da TV Jovem Pan

O grande projeto da TV Jovem Pan será o seu jornal em horário nobre. Ainda sem nome, ele ficará irá ao ar após Os Pingos nos Is, a partir das 20h. O objetivo é bater de frente com William Waack e Monalisa Perrone na CNN Brasil e com o Em Pauta e o J10 na GloboNews.

Para os profissionais, a direção da Jovem Pan prometeu que a pluralidade de vozes será o grande diferencial da TV. O canal quer dar muito espaço para opinião, para ser o diferencial em relação às concorrentes. Eles entendem que a rádio não vira só uma TV. Ela muda de patamar para o mercado --o que a atrai anunciantes.

Por enquanto, a TV Jovem Pan ficará apenas na TV por assinatura. Nos próximos dias, acordos com as operadoras Claro/Net e Sky serão anunciados publicamente.

Na TV aberta, o canal não pôde estrear por causa da decisão da Justiça de cassar a concessão do canal 32 de São Paulo (que já foi da Loading e da MTV Brasil). Mas a empresa ainda busca alternativas e não desistiu do objetivo.

Procurada pela coluna, a Jovem Pan ainda não se pronunciou sobre o projeto. Assim que o fizer, este texto será atualizado.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas