Memória da TV

Nos primeiros 3 anos, Vídeo Show teve mais de 60 apresentadores

Geraldo Modesto/TV Globo

Cissa Guimarães e Miguel Falabella, na mais famosa formação do Vídeo Show, no início dos anos 1990 - Geraldo Modesto/TV Globo

Cissa Guimarães e Miguel Falabella, na mais famosa formação do Vídeo Show, no início dos anos 1990

THELL DE CASTRO - Publicado em 22/03/2015, às 12h36

Você sabia que o Vídeo Show teve cerca de 60 apresentadores em seus três primeiros anos de vida? Não se tratavam de problemas com audiência, como acontece atualmente. O projeto original do programa, que completou 32 anos na última sexta-feira (20), previa um grande rodízio de artistas no comando. A primeira atriz a sentar na bancada foi Tássia Camargo. Depois vieram André de Biase, Carla Camurati, Cissa Guimarães, Eva Wilma, Kadu Moliterno, Lauro Corona, Lucélia Santos, Lúcia Veríssimo, Malu Mader, Myrian Rios, Patrícia Pillar, Paulo Betti, Rômulo Arantes e Tony Ramos, entre outros.

O formato do Vídeo Show, aliás, não era novo quando estreou em 1983. A Globo já havia tido uma atração semelhante em 1967, o VT Show, que durou pouco tempo, por causa das condições tecnológicas da época.

No início, o Vídeo Show era exibido no início das tardes de domingo. O programa foi criado para resgatar os principais momentos da história da emissora, formato que perdurou até meados dos anos 1990, quando passou a destacar mais os bastidores dos programas e novelas da emissora.

Em 1987, o Vídeo Show foi totalmente reformulado. Com direção de Cacá Silveira, a atração passou a ser exibida nas tardes de sábado, com apresentação de Marcelo Tas, que também interpretava o personagem Cabeça Branca. A concepção da atração foi totalmente alterada, incluindo o tradicional tema de abertura, baseado na música Don't  Stop 'Till Get You Enough, de Michael Jackson.

Nessa fase, que durou poucos meses, o programa contou com mais de 20 quadros diferentes, como Micro Especial Musical, com clipes da carreira de um determinado artista, e A TV no Mundo, com cenas de produções de emissoras de outras partes do mundo.

A atriz Tássia Camargo, primeira apresentadora do Vídeo Show, aos domingos, em 1983

A chegada de Falabella

Em agosto de 1987, Miguel Falabella assumiu o comando do Vídeo Show, novamente alterando o formato da atração. Foram introduzidos quadros como Pergunte ao Seu Astro, Tricotando com Falabella e o tradicional Falha Nossa. Cissa Guimarães assumiu a narração das reportagens e quadros, em abril de 1989. Falabella e Cissa Guimarães passaram a formar, assim, a dupla mais conhecida da história do programa.

Outra mudança significativa no Vídeo Show ocorreu em 11 de abril de 1994, quando a atração passou a ser exibida diariamente, de segunda a sexta, no início da tarde.

Miguel Falabella ficou no comando do programa até dezembro de 2001, quando passou o bastão para André Marques.

Desde então, a atração também teve o comando de Luigi Barricelli, Fiorella Mattheis e Geovanna Tominaga. André Marques dividiu a apresentação com Ana Furtado até o programa sofrer a maior metamorfose desde que se tornou diário. Em novembro de 2013, virou um talk show sobre os bastidores da Globo comandado por Zeca Camargo. O formato fracassou. Hoje, quem apresenta o Vídeo Show de fato é Otaviano Costa.

André Marques e Miguel Falabella no Vídeo Show, programa que está no ar há 32 anos


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook