Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

COPA NA TV

Na Copa tecnológica, uso do árbitro de vídeo ganha status de 'justiceiro' e faz história

Fotos: Reprodução

Juiz marca pênalti após na partida entre Franca e Austrália consultar o árbitro de vídeo neste sábado (16) - Fotos: Reprodução

Juiz marca pênalti após na partida entre Franca e Austrália consultar o árbitro de vídeo neste sábado (16)

THELL DE CASTRO

Publicado em 16/6/2018 - 11h25

Verdadeiro motivo de obsessão de praticamente todos os narradores que estão transmitindo jogos da Copa do Mundo, o árbitro de vídeo finalmente deu as caras no torneio. Na partida entre França e Austrália, primeiro dos quatro jogos deste sábado (16), aos dez minutos do segundo tempo, o juiz uruguaio Andrés Cunha resolveu utilizar o recurso tecnológico após uma disputa entre Risdon e Griezmann.

Após paralisar a partida e indicar que utilizaria o VAR (do inglês video assistant referee), o árbitro marcou o pênalti, que foi convertido por Griezmann. Nos canais que transmitiam a partida, houve uma espécie de comemoração em virtude do acontecimento.

"Um momento importante na Copa do Mundo, o árbitro de vídeo foi consultado", disse Rogério Corrêa na Globo. Os analistas, inclusive, divergiram sobre a agilidade no uso da tecnologia.

Árbitro de vídeo verifica os lances; preocupação de processo demorar foi eliminada na estreia

"Foi até rápida a decisão, a preocupação da Fifa era tentar agilizar esse processo", disse Jader Rocha no Sportv. "Demorou um pouquinho, a jogada seguiu, o árbitro foi avisado e daí marcou o pênalti", disse Bob Faria na Globo.

Na ESPN Brasil, que fazia o tempo real do jogo, Stéphane Darmani e Jorge Nicola não concordaram com o pênalti marcado pelo juiz. "Toque não foi forte suficientemente", disseram.

Vídeos das jogadas levaram árbitro a marcar pênalti que salvou a seleção francesa

Outros jornalistas esportivos citaram, no Twitter, a utilização do VAR. "Em dois anos, vamos pensar como se jogou futebol tanto tempo sem o VAR. Muda a história de jogos e campeonatos. Sempre pro bem", disse Marcelo Bechler, do Esporte Interativo.

"O mais importante aqui: decisão rápida com colaboração da equipe do VAR. Momento histórico deste Mundial", afirmou Leonardo Bertozzi, da ESPN.

Na mesma partida, outro recurso foi utilizado pelo árbitro no segundo gol da França, o sistema presente na linha do gol apontou para o juiz, em seu relógio, que o placar realmente foi movimentado. "É o jogo da tecnologia", resumiu Rogério Corrêa.


THELL DE CASTROé jornalista, editor do site TV História e autor do livro Dicionário da Televisão Brasileira. Siga no Twitter: @thelldecastro

TUDO SOBRE

Copa do Mundo

Leia também

Enquete

Qual a melhor novela no ar atualmente?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.