Não vale a pena ver de novo?

Ministério da Justiça veta reprise de Cobras & Lagartos à tarde na Globo

Divulgação/TV Globo

Daniel Oliveira em cena de Cobras & Lagartos em que um barco com Mariana Ximenes explode - Divulgação/TV Globo

Daniel Oliveira em cena de Cobras & Lagartos em que um barco com Mariana Ximenes explode

DANIEL CASTRO - Publicado em 17/04/2014, às 14h15

O Ministério da Justiça enterrou hoje (17) os planos da Globo de reprisar no Vale a Pena Ver de Novo um de seus maiores sucessos dos últimos dez anos, a novela Cobras & Lagartos (2006), que alçou João Emanuel Carneiro ao primeiro time de autores da Globo. A novela das sete teve média de 39 pontos na Grande SP, mesma audiência de Avenida Brasil (2012), três a mais do que Amor à Vida (2013) e dez a mais do que Em Família (2014).

Em despacho publicado no Diário Oficial da União, o ministério negou pedido da Globo para reclassificar Cobras & Lagartos como imprópria para menores de 10 anos. Durante sua exibição, em 2006, a novela protagonizada por Lázaro Ramos, Taís Araújo, Mariana Ximenes e Carolina Dieckmann foi acusada de abusar nas doses de sexo e violência para o horário das 19h. Um dia antes do final, o Ministério Público Federal entrou com uma ação contra a Globo. Pressionado, o Ministério da Justiça a reclassificou de livre para imprópria para menores de 12 anos, mas apenas depois de seu encerramento.

Como programa impróprio para menores de 12 anos, a novela não poderia ir ao ar nem às 19h. Somente depois das 20h. A Globo tentou neste ano adaptar Cobras & Lagartos para o Vale a Pena Ver de Novo. Enviou 10% da novela reeditada para o governo federal. O ministério, no entanto, diz que a obra permanece com "conteúdos de insinuação e apelo sexual, lesão corporal, exposição ao perigo e a situações constrangedoras, menção a drogas ilícitas e preconceito", o que, pelas normas da Classificação Indicativa, são incompatíveis com o selo de dez anos.

O governo federal, então, manteve Cobras & Lagartos vetada antes das 20h por conter violência, sexo e drogas lícitas.

Medidas como essa explicam porquê a Globo reprisa tanta novela de Walcyr Carrasco e Benedito Ruy Barbosa.

LEIA TAMBÉM:

Gugu Liberato se associa à Endemol e poderá produzir até novela

Globo erra no português ao divulgar futebol e vira piada na web

Record põe RecNov à venda e pode encerrar produção de novelas

Em Família: Autor reescreve cenas e transforma briga em barraco

Silvio Santos quer programa ao vivo e ameaça demitir Portiolli e Eliana


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook