Controle interno

Império: Globo manda cortar sexo, mas autor ignora e ator reclama

Reprodução/TV Globo

Alexandre Nero e Marina Ruy Barbosa em cena de Império: casal agora faz sexo com roupa e lingerie - Reprodução/TV Globo

Alexandre Nero e Marina Ruy Barbosa em cena de Império: casal agora faz sexo com roupa e lingerie

DANIEL CASTRO - Publicado em 15/08/2014, às 05h16

RESUMO: A Globo pediu ao autor Aguinaldo Silva para cortar cenas de sexo de Império e pegar leve nas sequências de amor entre José Alfredo (Alexandre Nero) e Maria Isis (Marina Ruy Barbosa). Silva, no entanto, tem se mostrado 'rebelde' e escreveu um terceiro beijo gay. No Instagram, o protagonista Alexandre Nero ironizou: 'sexo, drogas, beijo gay e violência gratuita só existem na vida real'

A direção da TV Globo pediu ao autor Aguinaldo Silva para reduzir a quantidade e a intensidade de cenas de sexo e violência na novela Império. A orientação é pegar leve principalmente nas sequências de amor entre José Alfredo (Alexandre Nero) e Maria Isis (Marina Ruy Barbosa), nos stripteases de Robertão (Rômulo Neto) e no "sexo selvagem" entre Reginaldo (Flávio Galvão) e Tuane (Nanda Costa). Beijos entre personagens homossexuais somente com autorização prévia.

Silva, no entanto, tem se mostrado "rebelde". Capítulos que irão ao ar a partir da última semana de agosto já estão mais leves, com menos sexo. Haverá apenas uma cena de sexo entre os dias 25 e 30. Mas o roteiro dessa sequência, entre José Alfredo e Maria Marta (Lília Cabral), traz detalhes picantes, como ela o vendo nu e ambos "chegando ao auge do prazer". 

Apesar de já ter visto dois beijos gays escritos e cortados nas gravações, Silva insiste na imagem: voltou a escrever um novo beijo entre Cláudio (José Mayer) e Leonardo (Klebber Toledo) no capítulo que vai ao ar em 1° de setembro _veja como será a cena clicando aqui. Provavelmente, o terceiro beijo gay da novela será transformado em um abraço.

Os cortes, realizadas na ilha de edição ou no set de gravação, têm incomodado o elenco. Na última quarta (13), o protagonista Alexandre Nero foi ao Instagram reclamar do moralismo na teledramaturgia. "Vocês ainda não entendem por que nas novelas não têm sexo, drogas, beijo gay e violência gratuita? Porque isso só existe na vida real!", ironizou.

Nos bastidores, o texto de Nero foi interpretado como um protesto aos cortes e uma referência a uma cena que ele gravou com Marina Ruy Barbosa. O roteiro de Aguinaldo Silva pedia que José Alfredo e Maria Isis "se embolassem na cama, nus, num amor tórrido”. No ar, eles sequer ficaram nus.

A Globo está reduzindo a carga de sexo e violência de Império para não chocar telespectadores mais conservadores e setores da Igreja Católica e evangélicos. Nos bastidores, já se levantou a suspeita de que haveria temor também quanto à classificação indicativa.

Procurada pelo Notícias da TV, a Globo admitiu que "há uma dinâmica regular de interlocução da direção da Globo com seus criadores, em todos os produtos".


Colaboraram MÁRCIA PEREIRA e NIVIA DE SOUZA


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você está curtindo o programa Se Joga?
Sim, é divertido e leve.
22.27%
Não é horrível, mas também não é bom.
26.34%
Não, achei muito ruim, uma vergonha.
27.00%
Prefiro A Hora da Venenosa.
24.40%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook