Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

DATAFOLHA

Guga Chacra esquenta ânimos na GloboNews: 'Como Lula perde essa eleição?'

REPRODUÇÃO/GLOBONEWS

Montagem com Guga Chacra à esquerda e a Ana Flor à direita durante o Em Pauta

Guga Chacra e Ana Flor discordam sobre nova pesquisa DataFolha no Em Pauta desta quinta (23)

DANIEL FARAD

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 24/6/2022 - 16h02

Guga Chacra discordou veementemente de uma análise de Ana Flor sobre a mais recente pesquisa DataFolha sobre as intenções de voto para a presidência da República. Ao contrário da colega, o jornalista não vê a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva levar a pior no pleito deste ano. "Como é que o Lula perde essa eleição?", indagou.

A analista política avaliou que o cenário estável não era um bom sinal para o petista no Em Pauta desta quinta (23). Ela disse que um possível segundo turno não seria um bom sinal para o político trabalhista, que não estaria conseguindo crescer ou desidratar o oponente.

Chacra se mostrou surpreso com os apontamentos de Ana. "Olhando os números, está 57% a 34%, mas se você transformá-los em votos válidos vai a 62% a 38% a diferença do ex-presidente Lula para o presidente Bolsonaro", considerou ele, em relação a um confronto direto.

"E levando em conta as rejeições, como a Flávia [Oliveira] falava, que é o inverso, 55% a 35%, eu queria entender: como é que o Lula perde essa eleição? Visto que ele é um candidato conhecido, todo mundo já conhece o histórico do Lula, todo mundo já conhece o presidente Bolsonaro. E, sejamos honestos, a terceira via inexiste nesse momento", continuou.

O jornalista também comparou a situação brasileira com a cobertura que fez com outras corridas eleitorais pelo mundo, como na recente disputa pela presidência da França:

"Se eu fosse um correspondente estrangeiro no Brasil, eu não cobriria e sequer citaria em uma reportagem um candidato ou candidata com 1% das intenções de votos. Isso não é relevante, de forma alguma. Eu não citei a Anne Hidalgo, prefeita de Paris, quando era candidata à presidência da França, porque ela tinha 1% ou 2%."

Chacra lembrou que só mencionava os postulantes mais bem posicionados na pesquisa, como Emmanuel Macron, Marine Le Pen e Jean-Luc Mélenchon:

Eu queria entender como é que o Lula, que está em uma situação incomparavelmente mais confortável do que o Macron, como que ele perderia essa eleição? Como isso pode acontecer? Olhando os números, no segundo turno é 62% a 28%. Quando o Macron ganhou a primeira eleição da Le Pen, na segunda a diferença foi menor, e eu falei na Globo News: 'Macron trucidou Le Pen'. É um massacre quando você tem o dobro do número de votos.

Confira o comentário de Guga Chacra na GloboNews:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.