Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

NO FAUSTÃO NA BAND

Gorete Milagres admite mágoa e manda indireta para SBT: 'Tiraram Filomena do ar'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Gorete Milagres no estúdio do Faustão na Band; ela está tirando uma foto de si mesma e sorri vestindo uma blusa preta de gola alta e um blazer preto

Gorete Milagres no estúdio do Faustão na Band; a atriz falou sobre sua trajetória na televisão

Gorete Milagres mandou uma indireta para o SBT durante participação no Faustão na Band desta terça-feira (24). "Em 1997 cheguei na televisão no [programa humorístico] A Praça é Nossa, depois tive o programa com o Moacyr Franco, outro solo e daí fui seguindo. Aí, tiraram a Filomena do ar, e eu tô há 17 anos fora do ar", lamentou a atriz.

"Agora, depois de 17 anos, tive a oportunidade de voltar com a Filomena para a Band, em breve!", anunciou a comediante durante o quadro Mochila do Riso.

Antes de sair da emissora de Silvio Santos e parar de fazer sua personagem mais famosa na TV, a humorista teve um embate com Carlos Alberto de Nóbrega. Em 2021, o apresentador chegou a descrevê-la como a "pior colega" com quem já trabalhou, afirmou que ela escondeu a ida para a Globo (que não se concretizou) e que rejeitou ficar em seu programa.

Na época, a artista respondeu aos ataques e negou a versão do veterano. "Não sei de onde ele tira tanta raiva. Eu nunca coloquei em contrato que não queria voltar para a Praça, e isto posso provar. Mesmo ele falando mal de mim nos programas sensacionalistas", defendeu.

Ainda no Faustão, Gorete falou do início de sua carreira: "A Maria Gorete Silva Araújo virou Gorete Milagres. Eu fui de tudo um pouco! Fui secretária de dentista, fui bancária e comecei a fazer carreira em banco. Aí, aos 27 anos, decidi fazer um vestibular para o teatro universitário da UFMG. Comecei ali".

"Aos 30 eu me formei, com 34 eu criei uma personagem, a Filomena, que agora está fazendo 28 anos", relembrou a atriz.

Ao falar de sua trajetória, ela também criticou o preconceito contra a mulher dentro da profissão: "Ser mulher comediante não é fácil. E o pior problema para a mulher comediante é o machismo. Trabalhei com o Tom [Cavalcante], e ele é uma das pessoas mais generosas com que eu já trabalhei no humor".

"Meus maiores inimigos no humor foram os homens", disparou a comediante, sem citar nomes. Confira abaixo trechos da participação de Gorete Milagres no Faustão na Band:


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.