Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ABRAHAM WEINTRAUB

GNT debocha de ministro de Bolsonaro que confundiu escritor com receita

MARCOS CORRÊA/ PLANALTO/ DIVULGAÇÃO/ GNT

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, em evento oficial do Planalto; representante foi alvo de deboche da GNT - MARCOS CORRÊA/ PLANALTO/ DIVULGAÇÃO/ GNT

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, em evento oficial do Planalto; representante foi alvo de deboche da GNT

LUIZA LEÃO

Publicado em 8/5/2019 - 8h54

No dia em que o ministro da Educação, Abraham Weintraub, chamou Franz Kafka, um dos mais influentes escritores do século 20, de "kafta", uma receita de carne, o canal GNT divulgou, no Twitter, o modo de preparo do prato de origem árabe, com a seguinte legenda: "Aqui nós apresentamos a verdadeira kafta". A postagem foi considerada pelos seguidores do canal de televisão como um deboche ao representante do governo Bolsonaro.

Na tarde de terça-feira (7), o ministro da Educação confundiu o autor Kafka com o espetinho árabe kafta, ao recordar de quando foi alvo de um processo administrativo no período em que atuou como professor na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo). Ele queria citar uma das obras mais famosas do escritor, O Processo. 

"Eu sofri na pele. Sofri um processo. Está documentado, está escrito. Inquisitorial. Um processo administrativo interno, e fui inocentado. Foi arquivado. Mas durante um ano e oito meses eu fui investigado, processado e julgado. Tá escrito 'inquisitorial' e 'sigiloso'. Que eu saiba, só a Gestapo [polícia alemã do nazismo] fazia isso. Ou no livro do 'Kafta'", escorregou.

Veja aqui o vídeo: 

Horas depois, o canal GNT divulgou no Twitter o modo de preparo do prato. No vídeo, o apresentador do programa Perto do Fogo, Felipe Bronze, ensina a fazer receita da kafta junto a outro cozinheiro convidado. A postagem foi suficiente para provocar comentários que atribuem as imagens a uma indireta a Abraham Weintraub.

"Tem que mandar essa receita aí pro Ministro da Educação, viu?", escreveu Eduardo Frizzo. "Kafta ao molho de deboche", acrescentou Jonas Santos.

John Silva afirmou que o idealizador do post deveria até ganhar um aumento. "Estagiário promovido", escreveu.

Veja aqui o vídeo do GNT:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?