Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Esporte Espetacular

Globo suspende série de repórter envolvido em escândalo sexual

Reprodução/TV Globo

Thiago Asmar na primeira e única reportagem da série Memórias de um Gol, no Esporte Espetacular de 5/4 - Reprodução/TV Globo

Thiago Asmar na primeira e única reportagem da série Memórias de um Gol, no Esporte Espetacular de 5/4

DANIEL CASTRO

Publicado em 29/4/2015 - 5h39

Sem aviso prévio, a Globo tirou do ar as reportagens Memórias de um Gol, do Esporte Espetacular. A série, que prometia "recontar a história de gols marcantes dos principais clubes brasileiros" e alguns da seleção, estreou no último dia 5, mas não foi exibida nos três domingos seguintes. Foi suspensa por tempo indeterminado após o afastamento de seu criador, o repórter Thiago Asmar.

Na semana seguinte à estreia da série, Asmar viu envolvido em um escândalo sexual. Vazou na internet um vídeo em que ele aparecia nu numa cama com a modelo Carol Muniz, ex-namorada do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero. No vídeo, Carol exibia os seios e falava de sua relação com Del Nero. Disse que foi atraída pelo "poder" e pela "inteligência" do cartola, e não pelo "dinheiro".

Interlocutores da CBF procuraram a cúpula da Globo e pediram a cabeça de Asmar. A emissora não entregou, mas colocou o jornalista na "geladeira". O quadro, que já tinha algumas edições gravadas, ficou apenas no primeiro, que dedicou 15 minutos ao gol do sérvio Petkovic que deu ao Flamengo, em 2001, o tricampeonato carioca sobre o Vasco.

A Globo nega que o quadro tenha saído do ar. Diz que Memórias de um Gol "não tem periodicidade definida, entrando esporadicamente no Esporte Espetacular". De acordo com a emissora, o quadro "não é feito apenas por um repórter", mas pela "equipe de repórteres do Esporte da Globo".

Não é o que diz o próprio Thiago Asmar em vídeo disponível no site oficial do Esporte Espetacular. No material promocional da estreia, Asmar é apresentado como o "dono" do quadro. Ele conta como surgiu a ideia e se coloca como repórter único da atração, que teria "um padrão bem documental", segundo o próprio.

"A gente leva o personagem principal até o estádio em que ele marcou o gol histórico e os outros personagens, os coadjuvantes, falam em outros ambientes", afirma. "Eu fico lá batendo papo no estádio, a gente conversa, a gente lembra exatamente onde foi o gol, a emoção que ele sentiu, o que ele pensou quando a bola entrou".

Asmar fala até qual seria o time protagonista do segundo episódio de Memórias de um Gol. "Já podemos adiantar que é do Corinthians, um gol bem marcante. E os próximos, a gente já sabe, a gente vai correr atrás do César Sampaio, que fez um gol histórico no Palmeiras, vamos correr atrás de gols da seleção brasileira. Tem muito gol pela frente", diz, pedindo para os internautas enviarem sugestões.

O Notícias da TV tentou falar com Asmar, mas não conseguiu. Ele apagou contas em redes sociais e não atendeu ao telefone celular. 

Petkovic (dir.) mostra a Thiago Asmar onde acertou a bola no gol do Maracanã

Sobre o assunto, leia também 'Repórter da Globo é encostado após escândalo com ex de futuro chefe da CBF'.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?