Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Fora do ar

Globo exclui autores de Em Família e Babilônia do time de novelistas das 21h

Divulgação/TV Globo

Gilberto Braga e Manoel Carlos, que não voltarão mais a escrever novelas das 21h - Divulgação/TV Globo

Gilberto Braga e Manoel Carlos, que não voltarão mais a escrever novelas das 21h

DANIEL CASTRO

Publicado em 22/3/2016 - 5h29

A Globo já escalou os autores que escreverão as próximas seis novelas das 21h. Depois de Benedito Ruy Barbosa com Velho Chico, virão, nesta ordem, Maria Adelaide Amaral, Glória Perez, Thelma Guedes e Duca Rachid, Aguinaldo Silva, Walcyr Carrasco e João Emanuel Carneiro, que acabou de roteirizar A Regra do Jogo. Assim, a emissora já tem formada a fila dos autores do horário mais nobre da televisão até 2020. O que chama a atenção na lista são as ausências dos veteranos Manoel Carlos e Gilberto Braga, autores dos maiores fracassos da história recente das 21h, respectivamente Em Família (2014) e Babilônia (2015).

Escaldado com a última experiência às 21h, Manoel Carlos negocia com a Globo escrever uma minissérie. Mesmo destino terá Gilberto Braga. Ele trabalha na sinopse de uma minissérie sobre Elis Regina. Ricardo Linhares, coautor de Babilônia, irá supervisionar uma das próximas novelas das sete, Sonha Comigo, obra da estreante Maria Helena Nascimento.

As novelas das 21h que estrearão até o final de 2017 já têm sinopses aprovadas. A substituta de Velho Chico será Sagrada Família, que foi adiada para outubro deste ano porque a emissora queria evitar uma trama realista. Em abril do ano que vem, entra no ar À Flor da Pele, de Glória Perez. No final do segundo semestre, será a vez de Thelma Guedes e Duca Rachid, autoras de novelas das seis como Joia Rara (2013) e Cordel Encantado (2011), estrearem na faixa das 21h. 

Aguinaldo Silva, autor de Império (2014), último grande sucesso do horário, virá em seguida, no primeiro semestre de 2018. O escritor ainda não entregou sinopse à Globo. Depois dele, no segundo semestre de 2018, virá o rival Walcyr Carrasco, no ar atualmente com Eta Mundo Bom!. A fila se encerra, no final do primeiro semestre de 2019, com o retorno de João Emanuel Carneiro.

Fotos: DIVULGAÇÃO

Aguinaldo Silva, Walcyr Carrasco e João Emanuel Carneiro, já escalados para voltar às 21h

Novelas das sete

As novelas das seis e das sete também já estão com planejamento bem adiantado. A próxima das 19h30, em maio, será Haja Coração, uma releitura de Sassaricando (1987) por Daniel Ortiz. Na sequência, virão duas novelas de estrantres: Sonha Comigo, em outubro, e Pega Ladrão, de Claudia Souto, no primeiro semestre de 2017. Autor de Boogie Oogie (2014), Rui Vilhena fará sua primeira novela das sete no segundo semestre do ano que vem, com o título provisório de Fora de Órbita. Será substituído por Antonio Calmon, já em 2018, com Barba Azul.

Na faixa das 18h, a atual Eta Mundo Bom! ficará no ar até setembro. Dará lugar a Sol Nascente, de Walther Negrão. No segundo semestre do ano que vem, a Globo promoverá a estreia de um novo autor de novelas, o veterano escritor Rubem Fonseca, de 90 anos, que assinará Amor e Morte em parceria com a filha, a roteirista Bia Corrêa do Lago.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas