Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

MERO

Globo erra e anuncia receita com peixe ameaçado de extinção no Mestre do Sabor

FOTOS: REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Gustavo Young, José Avillez e Djalma Victor na cozinha do Mestre do Sabor

Gustavo Young, José Avillez e Djalma Victor preparam a receita do peixe apresentado como mero

GABRIEL PERLINE

Publicado em 21/11/2019 - 5h16

A Globo cometeu um erro no episódio mais recente do reality show Mestre do Sabor, exibido na quinta-feira (14), e irritou alguns telespectadores: o time do chef José Avillez apresentou uma receita com peixe mero, uma espécie ameaçada de extinção e que tem sua pesca, seu transporte e sua comercialização proibidos por lei desde 2002.

O mero é bastante visado por seu tamanho, qualidade da carne e valor comercial. Um peixe pode chegar a pesar 400 quilos e medir 3 metros. No entanto, a lei de crime ambiental prevê multa proporcional ao tamanho do peixe e também detenção de um a três anos a quem for flagrado com algum exemplar da espécie.

O erro, no entanto, foi de produção. O peixe usado na receita foi um cherne, e não o mero. A receita foi apresentada logo no início do episódio, quando os competidores atuam em grupo. O chef Gustavo Young, responsável pelo preparo do peixe, anunciou o uso da espécie proibida. "Eu preparei um mero. A espinha do peixe foi reduzida, um pouco de vinho", explicou ele.

Na hora em que foi ao ar, poucas pessoas se atentaram ao fato de o mero ser um peixe ameaçado de extinção, mas a Globo tentou minimizar a falha em suas plataformas digitais. No site oficial do Mestre do Sabor, a receita foi apresentada como "peixe confitado, vinagrete de feijão fradinho e arroz com coco", sem especificar o tipo de peixe a ser usado no preparo.

Cherne, confundido com mero, no Mestre do Sabor

Já no programa disponibilizado no Globoplay, houve uma breve edição. Quando o assinante busca pelos trechos do programa do dia 14, o vídeo que apresenta a primeira etapa da competição não mostra o momento em que Gustavo Young cita o uso de mero na receita. Porém, na íntegra do capítulo, a fala segue intacta.

No mesmo dia, o Fora da Cozinha, uma extensão do reality exclusiva para o Globoplay, apresentado por Maria Joana, fez a correção da informação. Leo Paixão, um dos chefs-apresentadores do Mestre do Sabor, disse que a espécie usada na receita foi cherne, e não mero.

"Eu vou recapitular. O que aconteceu foi o seguinte: na edição apareceu que o nome do peixe era mero. Mas, na verdade, não é mero. Foi uma confusão. Esse peixe nem pode [ser utilizado na cozinha]. Na verdade, foi o peixe cherne que foi [usado no reality show]. Por isso essa confusão toda. A gente viu que saiu errado, mas era o cherne", explicou Maria Joana.

"Nos bastidores, o [José] Avillez confundiu. Porque em Portugal e no Brasil os nomes são trocados. Existe um tipo de cherne no Brasil que é proibido também, que eles chamam de 'cherne verdadeiro'. E esse cherne que o Djalma fez, que eles chamaram de mero, na verdade é o cherne que é permitido pescar. Aquilo não era mero. Nem se pesca mero no Brasil", afirmou Paixão.

O esclarecimento, no entanto, não foi feito em rede nacional. Neste dia, o episódio registrou 17 pontos na Grande São Paulo, que corresponde a 1,2 milhões de domicílios ou 3,4 milhões de telespectadores apenas na região metropolitana da capital paulista. O Globoplay não divulga o número de visualizações dos vídeos.

A reportagem procurou a Globo, que fez questão de frisar que houve um erro na edição e que a emissora só trabalha com fornecedores idôneos.

"O peixe usado não foi o mero, e sim cherne. Foi um erro de identificação que aconteceu durante a gravação. Na própria quinta-feira (14), após a exibição do reality, esclarecemos o equívoco para o público no Fora da Cozinha, programa ao vivo no Gshow. Todos os nossos produtos são de fornecedores autorizados", informou a emissora por meio de nota.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Quem deve ser a nova Juma Marruá?

Vanessa Giácomo
21.13%
Lucy Alves
16.78%
Rafa Kalimann
12.62%
Isis Valverde
22.07%
Uma atriz desconhecida
27.40%