NEM TUDO É FESTA

Globo dispara na audiência com Copa do Mundo, mas Segundo Sol perde público

Reprodução/TV Globo

Emilio Dantas (Beto) e Danilo Mesquita (Valentim) em cena de Segundo Sol: ibope em queda - Reprodução/TV Globo

Emilio Dantas (Beto) e Danilo Mesquita (Valentim) em cena de Segundo Sol: ibope em queda

REDAÇÃO - Publicado em 05/07/2018, às 05h32

Única emissora aberta com os direitos de transmissão da Copa do Mundo da Rússia, a Globo tem nadado de braçada sobre a concorrência. Na média diária, que considera os índices registrados das 7h à meia-noite, a emissora saltou de 16,2 para 20,2 pontos na Grande São Paulo desde que o torneio começou. O crescimento, porém, não se estendeu a Segundo Sol. Pelo contrário: a novela das nove perdeu público com o Mundial.

Segundo levantamento do Notícias da TV, a trama de João Emanuel Carneiro registrou média de 31,7 pontos nos 18 dias anteriores ao campeonato na Rússia (27 de maio a 13 de junho). De 14 de junho a 1º de julho, os 18 primeiros dias de bola rolando, a audiência caiu para 31,1 pontos.

A queda de seis décimos parece pequena, mas corresponde a uma fuga de mais de 120 mil pessoas apenas na Grande São Paulo. E o índice fica ainda mais preocupante por ir na contramão do resto da grade da Globo, que saltou 24% ao longo do dia.

Malhação, por exemplo, cresceu de 16,7 para 17,8 pontos no mesmo período. Já Orgulho e Paixão passou de 20,6 para 21,2. Deus Salve o Rei teve um crescimento mais sutil: foi de 25,0 para 25,2 pontos.

Em baixa, Segundo Sol também registrou suas piores médias semanais durante o torneio internacional. Entre 18 e 23 de junho, por exemplo, marcou 30,5 pontos. É a pior semana de uma novela das nove desde novembro do ano passado, quando O Outro Lado do Paraíso teve média de 27,5 _na semana seguinte, Walcyr Carrasco promoveu a virada de Clara (Bianca Bin), e os índices da trama dispararam.

Nas faixas da manhã e da tarde, períodos em que os jogos da Copa são exibidos, a Globo cresceu de forma impressionante. Das 7h ao meio-dia, a emissora saltou de 9,5 pontos na Grande São Paulo para 14,1 (um aumento de 49%). À tarde, passou de 14,3 pontos para 22,4 (crescimento de 57%).

Sem Copa, só Record cresce 
Entre as emissoras que não têm os direitos de transmissão da Copa do Mundo, apenas a Record conseguiu crescer em audiência no período do Mundial. A rede de Edir Macedo registrou um aumento de 2% durante os 18 primeiros dias do torneio. É um resultado discreto, mas que a deixa à frente do SBT, que caiu 6%, e da Band, que perdeu 23% de seu público ao abrir mão do evento.

No confronto direto com os jogos, nas faixas da manhã e da tarde, a Record anotou uma queda de público, mas ela foi compensada pelo crescimento à noite, período em que saltou de 9,7 pontos antes da Copa para 10,5. A média noturna foi impulsionada pelo policial Cidade Alerta, que teve bons desempenhos ao explorar o caso do desaparecimento da menina Vitória Gabrielly.

Já o SBT perdeu público nas três faixas do dia. O pior desempenho foi durante a tarde, quando a audiência caiu 11%, de 7,3 pontos para 6,5 _ficou mais de 2 pontos atrás da Record, que registrou 7,8 com a programação vespertina.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O Vídeo Show tem salvação?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook