O JOGO VIROU

Globo aposta em 'crime sem sangue' e desbanca Record em praça problemática

REPRODUÇÃO/GLOBO

Matheus Ribeiro no comando do JA2, da TV Anhanguera

Matheus Ribeiro no comando do JA2, da TV Anhanguera; afiliada da Globo em Goiás recuperou liderança

GABRIEL PERLINE - Publicado em 17/01/2020, às 05h30

A Globo conseguiu reverter o cenário e recuperar a liderança em diversos horários em Goiás, um dos Estados mais problemáticos para a rede. Além de mudar o posicionamento editorial, seu crescimento também foi ajudado graças à chegada de um novo diretor de Jornalismo na Record, que impôs novas diretrizes e fez a afiliada da rede de Edir Macedo despencar no Ibope, chegando a figurar em quarto lugar.

Na TV Anhanguera, afiliada da Globo no Estado, o clima é de festa. Em uma força-tarefa, todos se empenharam para tentar descobrir uma maneira de reconquistar a audiência. Viram que assuntos mais populares e o noticiário policial, pouco explorados em seus telejornais, precisavam ganhar espaço.

Crimes locais começaram a ser explorados com frequência, mas sem sangue escorrendo pela tela e sem sensacionalismo. O texto ficou mais leve, às vezes com uma pitada de humor. Os apresentadores adotaram uma postura dinâmica e passaram a se movimentar mais pelos cenários de seus programas. O terno e a gravata deixaram de ser obrigatórios para os homens.

Desde novembro, a Globo de Goiás viu seus números crescerem cada vez mais. O Jornal Anhanguera 1ª Edição, equivalente ao SP1, que há anos era massacrado pela Record, hoje é líder. O 2ª Edição, apresentado por Matheus Ribeiro, deslanchou após sua participação no Jornal Nacional. E o Bom Dia Goiás se consolidou no topo.

Já na Record a situação é de total desespero. A reportagem conversou com jornalistas da emissora --sob a condição de anonimato-- e todos apontaram como principal motivo da queda da audiência as novas diretrizes ditadas por Eduardo Caruso, que assumiu a direção de Jornalismo em meados de outubro.

Ele foi transferido da afiliada da Bahia, outra praça em que a rede de Edir Macedo é uma pedra no sapato da Globo. Lá, ocupava o cargo de gerente de Jornalismo. Ele tem adotado estratégias que usava em sua antiga praça, mas que não estão sendo bem digeridas pelo público goiano.

A principal delas, que vem dividindo opiniões, é transformar assuntos aleatórios em notícias sensacionalistas. Nesta semana, a apresentadora Mariana Martins chamava a atenção do público do Balanço Geral Manhã, com certa efusividade, para o caso de uma porca faminta, que estava revirando o lixo em busca de comida.

Suas decisões não têm sido bem recebidas pelos profissionais, que relatam descontentamento. Os jornalistas ouvidos disseram que não há espaço para debate de ideias, e o clima no ambiente de trabalho tem sido dos mais desconfortáveis.

Não à toa, no dia da "notícia" da porca faminta, o programa despencou para quarto lugar no Ibope, ficando atrás da Globo, SBT e Band. Desde a chegada de Caruso, o telejornal perdeu 50% de seu público --antes registrava 4,0 pontos, agora somente 2,0, segundo dados obtidos pelo Notícias da TV.

O Goiás no Ar vem mantendo sua média, mas a Globo cresceu no horário com o Bom Dia Goiás e assumiu a liderança. O Balanço Geral GO, exibido na hora do almoço, despencou e chega a figurar em terceiro lugar. O Cidade Alerta GO, que antes era líder absoluto, hoje perde para as novelas da primeira colocada. E o Goiás Record perdeu um terço de seu público e é vice-líder.

A reportagem falou com Eduardo Caruso e o questionou sobre a queda abrupta na audiência, mas ele disse que não poderia falar em nome da emissora. Quando perguntado sobre os desentendimentos com os apresentadores, ele repetiu a resposta e disse que somente a assessoria de imprensa poderia falar sobre isso. A emissora não se pronunciou.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Na casa de que famoso você passaria a quarentena?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook