Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SHOW DO ESPORTE

Glenda Kozlowski se desculpa após relativizar racismo de Piquet: 'Fui mal'

REPRODUÇÃO/BAND

De roupa estampada, Glenda Kozlowski no cenário do programa Show do Esporte, da Band

Glenda Kozlowski no Show do Esporte deste domingo (3): Jornalista relativizou fala racista

LUIZA LEÃO

luiza@noticiasdatv.com

Publicado em 3/7/2022 - 16h12

Glenda Kozlowski se desculpou após relativizar a fala racista do ex-piloto brasileiro Nelson Piquet sobre o inglês Lewis Hamilton. "Peço desculpas a todos pelas minhas palavras", escreveu a jornalista no Twitter após apresentar o Show do Esporte deste domingo (3).

Durante a atração, a titular questionou o contexto de uma entrevista dada em novembro de 2021, em que o tricampeão de Fórmula 1 chama Hamilton de "neguinho", conteúdo que viralizou no dia 27.

"Ficar olhando coisas de um ano atrás também, eu acho que trazendo à tona agora pode mudar às vezes o contexto das coisas. Quer dizer, isso não tem contexto, não dá para falar sobre isso, né? Usar termos racistas. Mas será que o contexto era esse também? Eu acho que de um ano para cá as pessoas mudam, de um ano para cá muita coisa muda", disse a ex-atleta.

Após a exibição de reportagem sobre o tema, o o apresentador Elia Júnior disse: "vamos torcer para que nada mais apareça". Na sequência, após Glenda falar, ele complementou: "Torcendo sempre para que a gente possa estar no melhor caminho. O melhor caminho é sempre da liberdade, daquele que a gente possa estar do lado de todos sem nenhum tipo de preconceito".

O posicionamento da jornalista causou indignação nas redes sociais. "Glenda Kozlowski acabou de tentar minimizar a fala racista do Piquet alegando que não podemos polemizar falas de uma entrevista de um ano atrás, pois as pessoas mudam muito de 1 ano para outro", escreveu o usuário Stenio Filho no Twitter. O jornalista do Estadão João Abel opinou: "Que passada de pano pro Piquet, hein?".

Por causa da reclamação nas redes, Glenda pediu desculpas em um tuíte.

A fala racista

Nelson Piquet usou mais de uma vez o termo "neguinho", considerado racista, e ainda foi homofóbico ao se referir a Lewis Hamilton em uma entrevista dada ao jornalista Ricardo Oliveira, em novembro de 2021. O conteúdo se tornou público no último dia 27 e ganhou repercussão até mesmo fora do país.

"O neguinho [Lewis Hamilton] meteu o carro e não deixou [desviar]. O Senna não fez isso. O Senna saiu reto. O neguinho meteu o carro e não deixou [Verstappen desviar]. O neguinho deixou o carro porque não tinha como passar dois carros naquela curva. Ele fez de sacanagem. A sorte dele foi que só o outro [Verstappen] se fodeu. Fez uma puta sacanagem", disse Piquet.

Hamilton, então, se pronunciou em português para rebater a fala racista do brasileiro. "É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação", afirmou.

Depois que tema repercutiu, Piquet divulgou um comunicado no qual se desculpava pelo uso do termo racista. Ele disse também que não teve intenção de ofender o britânico. 

Veja aqui os tuítes e o vídeo da fala de Glenda:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.